Arquivos mensais: setembro 2010

Um ano sem chuva

Por em |

Selena deixa a doçura de
lado e ataca com fúria no electropop.

Não faz muito tempo que a Selena Gomez montou uma banda e decidiu soltar o vozeirão e compartilhar com o mundo. Kiss & Tell era um álbum muito misto e Selena pode explorar diversos ritmos para nos apresentar seu trabalho. Em “A Year Without Rain”, um gênero é o único que brilha num imenso holofote, todos mirados para uma só direção.

Muito antes do nome do álbum ser divulgado, Round & Round havia sido lançado. Com uma batida eletrônica e um refrão grudento, Selena mostrou que estava voltando com tudo e que estava decidida a dominar as pistas de dança. Não demorou muito pro tracklist e o nome do álbum ser divulgado. A baladinha dançante que dá nome ao cd, A Year Without Rain conquistou muitas pessoas que botaram fé e quase comeram os dedos pra ter mais desse trabalho. Tanto que vazaram o álbum a véspera do lançamento e eu corri pra baixar, e não tive dúvidas que Selena e a The Scene arriscaram todas as fichas e até hoje não sabem se foi um lance certeiro.

Rock God é uma faixa composta por Katy Perry e não há dúvida que essa música anima qualquer velório. Apesar de ter uma batida comum, a música não perde a animação em momento algum. Off The Chain é uma das minhas preferidas, pois os arranjos são tão suaves e a voz da Sel parece se encaixar a cada minuto.

Summers Not Hot: Ok. Hora pra mudar de clima. Finja que está nos anos 90 e que você acabou de colocar seu cd do Vengaboys pra tocar. Imaginou? HAHAHA Não tem como não lembrar daquela batida acelerada deles, e adoro quando a Sel canta e vamos a la playa!. E o melhor dessa faixa é que ela é produzida pelo Red One, o produtor dos melhores. 😆 Intuition é carregada no uptempo e conta com o feat. do Eric Bellinger. Uma das minhas preferidas também. Spotlight acho super parecida com “Not Like That“, e tem a mesma batidinha e não sei o porque usar tanto autotune nessa faixa.

Ghost Of You é a baladinha que faltava pra acalmar os ânimos. Sel nos fez dançar tão freak que tava na hora de tomar um ar. Ok, dá pra ir longe com essa música, muito bonita. Com Sick Of You não há descanso! A batida electropop voltou pra deixar mais energia. Live Like There’s No Tomorrow vai fechar o álbum com chave de ouro, outra baladinha que já estamos acostumados mas que queremos muito. Pra quem é ryco e tem o Deluxe Edition, ainda vai poder voltar pro dancefloor e ouvir mais dois remixes e uma versão espanhol de A Year Without Rain.

Conclusão final:

Selena e a The Scene se preocuparam em satisfazer o seus fãs com músias animadas e sem muita extravagância. Eu acho super válido, porque pra perder nosso scrobble no Last.Fm basta uma música ruim. Eu acredito que fazer um álbum totalmente com raízes pop foi uma boa escolha e eu já o coloquei na minha lista de preferidos pra vida.

E você? O que achou?? Se não ouviu ainda, basta pegar o link nos comentários e baixar correndo, porque é muita sacanagem você ficar sem o novo tesourinho do pop.

Eu cresci agora, e sou mulher!

Recap: Glee 2×01 Auditions

Por em |

Oi gente!! Nossa, nem creio que setembro chegou e nós estamos aqui, com nossa saudade sanada, até porque depois de tanto tempo sem Glee, eu pensei que iria surtar.
Enfim, como sempre eu baixo e assisto na quarta-feira, mas por motivo de cansaço maior, deixei pra comentar sobre o episódio de comeback hoje. Vamos lá?


O episódio começa com um resumo da segunda parte da primeira temporada e com um ‘noticiário’ apresentado pelo Jacob ~estranho~ perguntando e instigando sobre os gleeks. E tipo, ele até que falou muito né? Daqui uns dias ele tá cantando e dançando. (ops, isso já aconteceu e não deu certo! rs)


Eu fiquei em choque, porque tipo, o Artie foi chifrado pela XTina com o Mike, que nem canta……. mas dança muito. Coisa que o Artie não pode fazer :'(


Kurt fazendo a r3b3lde quando não sigo os demais e leva essa raspadinha na cara, coitado. E o mais chocante: ele entra no banheiro masculino. rs


E essa Susan Boyle de olhos azuis, Brasil? Fiquei até com medo. Imagina só um dueto das duas valentonas de Glee? Que must ~pensei em inglês, produção!~


Sunshine e Rachel dublando e fazendo pokerface no banheiro… hmmm… rs
Nem precisa dizer que foi minha música preferida do episódio, né? rkkkkkk


Ivete faz show em NYC e quem arrasa em Glee é a Claudinha Leitte. -n Esse loirinho aí, que tem uma boca maior que a da LiLo depois do botox, vai ser o novo namoradinho do Kurt. Será que vai prestar????
PS: A música cantada foi Billionaire, do Travis McCoy. A Claudia Leitte que fez uma versão da música. Não acredite nas minhas lorotas… por favor!


Legal né? A mãe da Rachel (que parece mais com a Isabella Fiorentino) adotou a filha da Quinn e a loira já tá toda gata e popular de novo. Assim é fácil né Ryan Murphy!!!!! Cadê os bons costumes????


Solinho bonito e muito bem cantado pela Sunshine. O melhor é que não adiantou a Rachel se rebelar e fazer o diabo a quatro. SUE SYLVESTER RULES!


O Finn e a Rachel estão namorando e só vão dar o primeiro BEIJO quando o episódio está acabando. Isso porque tanto o Finn com a Quinn e a Rachel com o Jesse se pegavam toda hora, e tipo, deu no que deu. Ryan Murphy está deixando muita coisa aleatória no ar.


O mais triste de todos os finais: ARTIE, O CORNO MANSO SOLITÁRIO!!!!!

Bem, as outras músicas e momentos foram mais do mesmo. Foi muito bom as performances, mas eu preciso ser correto e 10 tópicos estão super bem escolhidos e ressaltados.
Só queria dizer também que adorei o episódio, tudo que disse acima foi pra descontrair, pro post não ficar chato. Semana que vem é o episódio que terá as músicas da Britney, pelo promo parece que vai ser melhor que o The Power Of Madonna. Mas o que tudo indica só parece. Vamos torcer pra que seja o melhor (yn).


Atenção: Essa categoria, Recap, foi inspirada nos posts do RSFD. 😀

O FP quer você!

Por em |

Oi gente! Nossa, eu ando tão disperso do blog que me sinto tão culpado e que tipo, morro de vontade de postar, minhas idéias estão a mil mas na hora que sento na frente do pc, meu tempo passa rápido demais e não faço uma parte do pensado.

Estive pensando e muitas pessoas tem vontade de postar e não tem um blog, ou simplesmente não quer ter a obrigação de estar postando todo santo dia sobre a mesma coisa. Por isso eu vou deixar essas pessoas usarem o FP pra expressarem sua opinião.

Funciona assim: você escreve um post bacana, e envia para o e-mail [email protected]. Eu leio, reviso o conteúdo e publico com seus créditos.

Gostou da idéia? Bom, então espero seu e-mail. rs

mostre mais ▼

Enfim, Nightwork

Por em |

Não faz muito tempo que postei aqui no blog sobre o novo cd do Scissor Sisters, e eis que passado alguns dias, a Babi Dewet fez uma promoção em parceria com a Universal Music, no qual você twittava uma frase e concorria a uma cópia do cd. Claro que fiquei muito desesperado para ganhar um, até porque esse cd é uma obra de arte do grupo.

Todo santo dia twittava a frase uma vez, até porque aumentava a chance né? E depois de tanto pedir, eu fui sorteado e ganhei. Nossa, fiquei muito feliz e nem saberia o que seria de mim se não ganhasse. Juro, eu iria ficar muito decepcionado.

Enfim, ainda bem que essa bundinha safada está aqui. Let’s work, guys?

Faltou vergonha na cara e muita vontade pra postar algo diferente e muito legal como de costume. Ah, fiquei doente e tudo foi pro beleléu! Mas prometo regularizar o blog, já que o novo tema tava pronto e eu enjooei antes de usá-lo. Os posts reviews estão todos pelas metades e minha vida está cada vez mais corrida e apertada. Peço perdão e paciencia a todos. Obrigado.

Beijo. Pedruh

Um toque de vida

Por em |

Esses dias atrás estive doente, e dormi a tarde toda e durante a noite, fiquei sem sono. Daí liguei a tv no SBT e estava passando Fringe e fiquei assistindo. Logo acabou e começou uma série tão coloridinha, bonitinha e muito engraçadinha. Era Pushing Daisies!

Assisti o episódio piloto e em seguida veio o segundo episódio. Eu adorei tanto que fiquei com vontade de assistir mais e vim na internet procurar e acabei baixando a temporada toda e indico pra todo mundo assistir.

Pushing Daisies conta a história do garoto Ned, um garoto que descobre que tem o dom de trazer mortos (sejam eles animais, frutas ou pessoas) de volta à vida. Porém, ele descobre que há consequências para o uso do seu incrível dom: se ele tocar a pessoa que ele reviveu novamente, essa pessoa morreria para sempre. E se por acaso ele deixasse essa pessoa viver por mais de 60 segundos, outra pessoa que está próxima morreria em seu lugar.

A história de desenrola a partir do momento em que sua mãe sofre um aneurisma e cai dura no chão, e ele a toca e ela volta á vida. No mesmo minuto, o pai de Chuck, sua namoradinha e vizinha, cai ao chão e morre. Tudo vai bem até a mãe de Ned dar lhe um beijo de boa noite e morrer novamente (que confuso!), assim descobrindo que o segundo toque depois da ‘ressureição’ é fatal. Ambos órfãos, Chuck e Ned se separam e cada segue sua vida.

Herdando talentos culinários de sua mãe, Ned se torna um confeiteiro que possui um restaurante chamado “Toca da Torta”, que conta com a ajuda da garçonete Olive Snook (Kristin Chenoweth, a April de Glee). A vida de Ned toma novos rumos quando o investigador Emerson Cod descobre acidentalmente seu dom e oferece-lhe uma proposta: Ned traz temporariamente vítimas de assassinatos de volta à vida, permitindo a Emerson obter informações sobre as circunstâncias da sua morte, e resolver rapidamente o caso e dividir o dinheiro da recompensa com ele.

Ned fica surpreso quando uma das vítimas que precisa tocar é Chuck e deixa o sentimento da infância falar mais alto e a deixa viva, provocando que outra pessoa morra em seu lugar. Mas o mais dificil vai ser não tocá-la, pois se houver o segundo toque, Chuck morre para sempre.

(Fonte: Wikipédia)

O enredo é bem interessante e a história tem momentos engraçados e de certo suspense. Sem contar que tem um narrador que toda hora diz que tal pessoa tem tantos anos, tantos meses, tantos dias, tantas horas e tantos segundos de vida; bem no estilo de Baby, o porquinho atrapalhado.

Enfim, se você tá afim de preencher o vazio de alguma série que está em hiato, baixe Pushing Daisies correndo!! 😀


Em sátira ao quadro em que Deus toca Adão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...