Arquivos mensais: fevereiro 2011

Parada Obrigatória

Por em |

O blog vai dar uma parada no tempo!

O médico que está acompanhando meu caso disse que meu traumatismo está bastante crítico e que devo ficar em repouso absoluto. Tanto que me afastou do serviço e disse que não posso forçar mt a cabeça no computador.

Pra melhores resultados estou seguindo a regra a linha e estou fugindo do computador. Tanto que já mandei um email explicando a todos meus “clientes” a minha situação e que só voltarei a ser um internauta a partir de dois meses, ou quando já me sentir melhor e sem as tonturas que os medicamentos causam.

Peço pra que todos façam energia positiva e torçam pra eu me curar logo e voltar pra gente aproveitar o mundo pop que é esse da blogosfera!
Então não estranhem se o blog não ter atualizações, pois é um hiato do bem.

Tipo uma rehab!

Beijos. Obrigado a todos os amigos que leram e se importaram de verdade com esse post!

Baú Pop: Gwen Stefani

Por em |

Li uma notinha que dizia que o No Doubt estava em estúdio e que em breve iriam lançar cd novo. Não sei o que aconteceu, mas me deu uma vontade tão grande de ouvir o cd da Gwen Stefani que corri na minha estante e não achei o mp3 que tinha gravado os cds dela. Dai corri na net e baixei de novo, porem em Itunes Rip. Na hora que comecei a ouvi-lo, lembrei daquela época boa em que eu era um pré-adolescente e o rumo em que o pop se encontrava.

Para quem não sabe, Gwen Stefani é a vocalista do No Doubt, aclamado grupo pop com características voltadas pro punk/rock/ska. Depois de 11 anos no grupo, ela decidiu dar um tempo e gravar um projeto que queria há muito tempo: o cd solo, que no qual era totalmente distinto do No Doubt.

Dado o hiato, Stefani entrou de cabeça no mundo pop com um cd totalmente diferente. Além de falar sobre moda, luxo e guilty pleasures, o som estava maravilhosamente impecável. Uma mistura de pop rock com um estilo retrô e referências orientais, a releitura dos anos 80 não pode ser criada de outro jeito. Assim se formou o debut Love. Angel. Music. Baby., gerando muita expectativa e levando Stefani ao clamor dos críticos. Todas as músicas tem o impacto de que Gwen não está preocupada com a vida, e só quer se divertir com o que tem, inclusive o dinheiro, luxo e ostentação.

O cd foi tão bem aceito que teve seis singles no topo dos charts. Rich Girl e Hollaback Girl foram os singles mais bem sucedidos da cantora. Se tornando os hits do ano.


Gwen Stefani – Love. Angel. Music. Baby. (2004)
1. What You Waiting For?
2. Rich Girl (feat. Eve)
3. Hollaback Girl
4. Cool
5. Bubble Pop Electric
6. Luxurious
7. Harajuku Girls
8. Crash
9. The Real Thing
10. Serious
11. Danger Zone
12. Long Way To Go

Eu gosto de quase todas as músicas desse cd, só dispenso Serious que acho entediante, não sei porque. Enfim, acho que L.A.M.B. é um dos álbum da decada de 2000. Pop genuíno, porém diferente e ousado. Muita novata devia ouvir esse álbum para aprender primeiro algo útil pra depois sair por aí “cantando”. Gwen Stefani teve sua chance e a aproveitou muito.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...