Arquivos mensais: outubro 2011

Hoje é dia de halloween, bebê!

Por em |

Na verdade o dia do halloween não é hoje, mas já entramos no clima dessa data onde as bruxas estão á solta. Aqui no Brasil não temos uma cultura como nos países estrangeiros, onde fazem aquelas rondas pelas ruas atrás de doces ou travessuras. Eu sempre tive vontade, mas agora não faço mais o requesito né?

Para curar essa frustração toda, eu e o Roberto nos juntamos e fizemos uma mixtape especial sobre o halloween e está muito boa, modestia a parte. Selecionamos um setlist bem macabro e atual. Dividimos a mixagem e o resultado você pode conferir abaixo:

Halloween Mixtape
01. Michael Jackson – Thriller
02. Rockwell – Somebody’s Watching Me
03. Bonde do Role – Dança do Zumbi
04. Buraka Som System – Macumba (feat. Mixhell)
05. Justice – Genesis
06. Lady Gaga – Marry The Night (Zedd remix)
07. Kanye West – Monster (Feat. Nicki Minaj)
08. Daft Punk – The Brainwasher vs. Simon Curtis – Flesh
09. Britney Spears – FreakShow
10. Marilyn Manson – Sweet Dreams vs. Grace Jones – Corporate Cannibal
11. Natalia Kills – Zombie
12. Ray Parker Jr. – Ghostbusters

Halloween ?[?FP.ORG and QAGI??]? by Frutoproibido on Mixcloud

Se você gostou da mixtape, compartilhe com os amigos e ouça em qualquer lugar. É só clicar aqui e aproveitar o nosso set deliciosamente dark, assombrado, assustador, contemporâneo, horripilante e dançante. Esperamos que tenham gostado e balançado o esqueleto, rs! Fiquem a vontade para ouvir, dançar e comentar…


– PAVORÔ!

No iPod: Florence + The Machine

Por em |

Com a variedade de cantores e bandas que conhecemos todos os dias, uma que deixei passar batido foi a Florence + The Machine. Eu sempre curti os singles, mas nunca fui atrás de mais coisas. Tanto que esses dias por curiosidade fui assistir o vídeo do seu recente single, Shake It Out e me surpreendi. Não sei o que me impressionou tanto, mas fiquei hipnotizado com todo esse batuque indie feat. camdoblé. Sei lá, achei muito angelical. Não demorou muito e já estava baixando o single e com ele no repeat. Resultado? Ouvi a semana toda.

Para minha sorte, o novo álbum, Ceremonials, vazou na semana passada e aí pude comprovar que perdi muito tempo sem conhecer o trabalho “deles”. Como ainda não os conheço bem, não me sinto a vontade para fazer um review, mas desde já recomendo a todos.
Outras músicas que acho que vocês já cansaram de ouvir por aí, e que valem o play:

B*tches, aos seus lugares!!

Por em |

Dessa vez resolvi fazer diferente /marilac. Ao inves de escolher um set popular e recente, quis fazer uma mixtape dedicada á todas “bitches” que amam dançar e não ligam em perder a dignidade no baile funk.

Nessa mix, tem de tudo um pouco, e o tema está bem presente entre as músicas. Espero que todos curtam e que ouçam demais… pois o intuito é botar pra quebrar. Até porque tem funk, pop, electro…

LIBERARAM A P* TODA!!!!!!!!!!!!

B*tch Mixtape
1. Intro:
…..Nadia Oh – Soopermodel
…..M.I.A. – Bucky Done Gun
…..Mc Gi – Quer Romance
2. Gaiola das Popozudas – A F* tá liberada
3. Beyoncé – Run The World (Girls)
4. Rihanna – S&M (feat. Britney Spears)
5. Enrique Iglesias – Tonight I’m F* You (feat. Pitbull)
6. David Guetta – Sexy B*tch (feat. Akon)
7. Gabi – Conceito vs. 2NE1 – I’m The Best
8. Nicola Roberts – Beat Of My Drum
9. The Pussycat Dolls – Buttons
10. Ke$ha – Blow (Circuit Remix)

Eu espero que tenham gostado e que baixem (clicando aqui) e botem para tocar em qualquer lugar. Quero ver todo mundo ouvindo sem parar! Uma coletânea para não ficar parado!!!! Se quiser mais mixtapes, clique aqui.

O que anda acontecendo com Pedro

Por em |

A minha vida não é um livro aberto. Muito menos tenho paparazzis ao meu redor tirando fotos e relatando meus passos. Para isso uso do blog para contar sobre essa vida glamurosa que vivo. Aos que se importam comigo, fica aqui um registro.

Como havia falado nesse post, eu estava num dilema danado e descabido: o caso da carteira de habilitação. Claro que não consegui por n motivos.

1) Nunca chove. E justo no dia da prova, caiu um “pé d’agua” que olha… me custou muito caro. Meu pé molhou, e meio que escorregava dos pedais, logo deu tudo errado.

2) Fiquei nervoso. CLARO. A ansiedade me corrói e isso nem é novidade pra vcs que leem meus dilemas. Tanto que na hora que sai do carro, o próprio examinador disse que preciso manter a calma. QUE LEGAL, VOCÊ REPAROU NISSO. ACHO QUE ERA INPERCEPTIVEL A OLHO NU ¬¬

3) Eu não tinha habilidade também. HAHAHAHA É que nem comer queijo e ser alérgico a lactose. Não tem fundamento. Eu pensei que estava preparado, mas não estava… estava sendo forçado a fazer algo que sabia que não ia dar muito certo.

4) Engraçado é que todos os “INICIANTES”, que estavam ali pela primeira vez, foram reprovados e os que já tinham tentado mais vezes (um deles já estava na quarta tentativa, isso meio que me animou). Ainda bem que posso fazer a prova quantas vezes quiser, só é ruim ficar pagando né?

Passada a tensão da prova, juntei a minha “prima” que também foi fazer o exame e fomos tomar um café enfrentando chuva e o todo aquele frio. No caminho choveu mais forte e ficamos os dois molhados. Dei sorte que não resfriei.

Quando estava indo para casa, recebi uma notícia muito triste. Essa noticia me deixou muito abalado por se tratar de ser o falecimento de uma pessoa próxima, fiquei mais triste por ser o pai de uma amiga muito especial para mim. O dia ficou mais escuro do que estava. Infelizmente já tinha enrolado a parte da manhã no exame, se eu não fosse a tarde era capaz de me mandarem embora. E por justa causa.

O dia de serviço foi tranquilo, mas com a cabeça cheia, errei alguns jobs. Mas como todos sabiam o motivo, relevaram…

Fiquei animado por OUTUBRO ser um dos meses que mais gosto. Não sei se é porque é um dos mais festivos em minha família, inclusive o aniversário de minha mãe. Ou se é porque ele é um dos últimos e onde começam os preparativos para o fim do ano. Sem contar o horário de verão, que apesar de uns não gostarem, eu me simpatizo até com ele. O ruim é que acordo e está tudo escuro… mas o bom é que saio e está aquele sol. Bom para caminhar… porém vamos dormir tarde e acordar mais cedo. C’est la vie!

Enfim, sei que esse post ficou compriiiiiiiiido, mas é que precisava postar. Mas como não preparei nenhum post (review), resolvi contar um pouco do que aconteceu comigo essa semana. Quando estreei o “novo FP” disse que voltaria com esses posts e vocês votaram para que ele continuasse.

Essa semana tenho muitas novidades para o blog. Tenho uma mixtape SAFADA e dançante para vocês. Quem ouviu já aprovou e disseram ser a melhor que já fiz. Eu espero que todos gostem.

Outra novidade é a parceria que fiz com o Roberto, do Qual a Grande Idéia?. Só posso dizer que tem a ver com halloween e será revelada dia 31.

Enquanto isso você pode ir curtindo a página do Fruto Proibido pelo facebook. Agora temos uma página só pra isso. Veja!!!!!

Baú Pop: Fergie – The Dutchess

Por em |

Em meados de 2006, Fergie estava super em alta com o Black Eyed Peas. Por conta dessa popularidade toda, resolveu lançar um álbum solo para fazer um estilo diferente e tomar frente de todas suas músicas. Chamou o will.i.am para o time de produtores e eis criaram o The Dutchess, que levou esse nome por conta de uma referência a Duquesa de York, que é xará de Fergie.

As músicas continuavam R&B, porém com uma pegada sexy e toda indecente. O álbum subestimou muitas pessoas que não colocavam fé alguma na loira de olhos claros, mas ele rendeu grandes hits: Fergalicious, London Brigde, Glamourous, Clumsy e o que ganhou maior destaque no mundo todo, a balada Big Girls Don’t Cry. Quem se lembra?

Eu adoro todos os singles e principalmente a sensacional Mary Jane Shoes que tem participação especial de Rita Marley, que é a viúva do Bob Marley. Eu também adoro a London Brigde por ser toda urban e que lembra muito Gwen Stefani. E a engraçadinha Clumsy, que ganhou um clipe tão bonitinho quanto…

Dizer que sinto saudade da Fergie seria mentira, pois amo sua performance no BEP, mas afirmo que morro de saudade dessa época e desse álbum. As músicas me trazem lembranças boas, e o com o The Dutchess não é diferente. Fergie é brilhante do começo ao fim, não consigo deixar de ouvir nenhuma música e cada uma delas soam atuais e deliciosamente pop. A comparo atualmente com Jessie J, basta ouvir ambos albuns para tirarem suas conclusões… mas acredito que terão a mesma que eu.

Fergie – The Dutchess (2006)
1. Fergalicious
2. Clumsy
3. All That I Got (The Make Up Song)
4. London Bridge
5. Pedestal
6. Voodoo Doll
7. Glamorous
8. Here I Come
9. Velvet
10. Big Girls Don’T Cry (Personal)
11. Mary Jane Shoes
12. Losing My Ground
13. Finally
14. Get Your Hands Up

E aí? Gostou de relembrar da era solo da Fergie?? Qual é o álbum “antigo” que você mais gosta e acha que sempre é necessário tirar-lo do baú pop?? Conte para mim…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...