Arquivos mensais: outubro 2013

5 dicas de decoração

Por em |

Para o ano que vem já fiz algumas metas e mudanças literalmente. Estou decidido a me mudar para a cidade grande, só não sei qual ainda. Irei fazer alguns vestibulares e ainda contarei com a ajuda do Prouni para poder conseguir uma bolsa de estudos, pois quero muito aprender mais sobre a área que quero trabalhar: Publicidade. Mas aqui na cidade onde moro não tem um mercado de trabalho que valoriza e nem dá boas perspectivas de vida. Decidido, estou super animado e já estou olhando alguns apartamentos e a decoração já está me fazendo pirar.

Claro que não tenho $$ para ficar comprando tudo novo e chique, então o jeito é improvisar com o que tenho ou tentar dar um upgrade em algo não tão novo. E fico babando na criatividade do pessoal e estou salvando quase tudo para o meu futuro lar. Vejam algumas idéias que estou pensando em adotar, rs.


1. Decorar uma parede com muitos quadros e moldurinhas deixa o ambiente bem interessante. Gostei e já estou providenciando alguns. Detalhe, os quadros não podem ficar bagunçados pois deve haver um esquadro.


2. Almofadas coloridas. Além de colorir o ambiente é super aconchegante.


3. Estantes suspensas com livros e uma máquina de escrever.
Achei muito legal e com certeza irei fazer.Organiza e decora.


4. Para um apartamento pequeno onde não cabe quase nada, reformar aquela mesinha que aço que está perdida lá no seu porão não é uma má idéia. Nessa até colocaram uma almofadinha nas cadeiras. Curti!


5. E essa mesa com vidro e cavalete? Já vi uma na internet só com cavaletes, mas essa idéia com um gaveteiro também é ótima. E sem contar aquela cadeira antiga com uma cor super vibrante.

Bom, essas são umas das idéias que curti e que quis compartilhar com vocês que também estão com planos de mudança para o ano que vem. Espero que tenham gostado, e há diversos blogs especializados com ótimos posts, dos quais indico:

Dcoração – blog especializado em decoração e posts variados com dicas para a casa toda.

Morando Sozinha – dicas e ótimos tutoriais para você fazer a sua decoração ficar muito mais bonita.

Referans – coluna da Revista Glamour com muitas idéias para você adaptar.

Review: Katy Perry – Prism

Por em |

O álbum colorido e reluzente de Katy Perry superou expectativas e é uma safra de novos hits, porém não houve inovação.

Prism
Nota: 4,0

    Artista: Katy Perry

    Álbum: Prism

    Gênero: Pop

2013 iria ser o ano do comeback de Katy Perry, que depois de destrinchar seu Teenage Dream todinho, iria vir com um álbum novo e cheio de drama e atitude. Bom, esse marketing falhou pois Katy Perry não veio rebelde como imaginavamos, porém trouxe um álbum na medida e bem mais maduro. Na minha opinião o melhor de toda sua carreira.

Prism é como uma viagem no tempo. Depois de trazer toda a doçura da adolescência, Katy foi além e como um prisma, deixou a luz bruta entrar e refletir suas próprias cores. O álbum passeia entre vários estilos e as faixas conversam entre si. Façam o teste: coloquem o álbum para tocar e deixe no modo aleatório. A sintonia entre as músicas continuam a mesma? Bom, eu achei que sim. Uma parece complementar a outra e você pode até dizer que Prism é igual. Mas eu discordo, se você parar para ouvi-lo com atenção, vai notar o quão são diferentes.

Em time que está ganhando não se mexe, e Katy não mudou muito do lineup de produtores. Os hitmakers Dr Luke, Max Martin, Cirkut e Bonnie McKee continuaram intactos. As novidades ficaram por conta das colaborações com Sia, Emeli Sandé e o seu amado John Mayer, que segundo ela foi o responsável pelo nome do álbum. Se você ainda não ouviu o álbum, peço que faça já. Ou pelo menos as prévias, basta dar play abaixo:

Prism dá partida em Roar, que dispensa apresentações. Eu sei que você já cansou de ouvir o rugido da Katy por aí. E claro, já postamos aqui também. Foi uma boa escolha começar com Roar, pois é bom que já dá pra ver que essa música já deve ser descartada logo. Legendary Lovers chega com a temática oriental nas veias. Com o arranjo inspirado em Bollywood, a música se desenvolve ao meio hindu. Tem um refrãozinho chiclete e já a detectamos como uma 2ª faixa. Estonteante, Birthday começa com gostinho de disco music, onde todo mundo dançava nas discotecas com roupas extravagantes e estilosas. Uma faixa pop e com uma letra bem fofa. Na mesma viagem ao tempo, Katy traz o gosto dos anos 90 na frenética Walking On Air, que me lembra muito minha infância onde todos as músicas dance havia essa batida. Unconditionally é a primeira baladinha e vem para tranquilizar um pouco. Essa música tem muito a cara da Katy e o refrão dela é bem intenso.

A intro de Dark Horse é fantástica. Hipnotiza e eu queria muito que tivesse mais dessa bizarrice na música. A participação de Juicy J é interessante e eleva a música outro padrão. Antes do álbum sair, era a minha preferida e de longe a mais diferente do Prism, por ter uma batida nigga e com um refrão melódico. Falando em favoritas, estou amando This Is How We Do como se não houvesse amanhã. Com uma pegada urban e uma batida desprentensiosa, “This…” tem um refrão marcante e que estou com ele na cabeça desde a primeira vez que ouvi. Destaque para o fade onde Katy diz: “What? Wait. No, no, no… Bring the beat back, that’s right” e a música volta a tocar. International Smile parece que veio importada do Teenage Dream, soa como a continuação de Part Of Me, inclusive quando entra um arranjo que lembra o saxofone de Last Friday Night, o que não a faz ser ruim.. pois é ótima. Tem uma vibe tão conhecida, que faz lembrarmos que a Katy das antigas ainda está ali. O começo de Ghost começa muito triste e obscuro, mas o refrão é animadinho e manda o fantasma da tristeza embora. Mas essa música fica ali, mas não marca presença. Saindo da zona de conforto, Love Me é uma baladinha produzida pelos suecos Bloodshy & Avant. E como é marca registrada da dupla, a batida frenética não podia faltar. Vocais no ponto, espero que se ela for a cantar ao vivo, que mantenha o tom.

Anos 80, é como descrevo This Moment que me lembra PetShop Boys, League Human e toda as percursoras do synthpop que com certeza inspirou Stargate e Benny Blanco a produzir essa faixa. Gostei bastante e está entre minhas favoritas. Double Rainbow é uma música da Sia e eu aposto que será single. Ninguem é louco de gravar algo dela e não lançar, é tipo comprar um pote de sorvete e comer sozinho. A faixa é a balada mais intimista do álbum e tem aquele Q de hit, a julgar pelo refrão mainstream. Autobiografica, By the Grace of God é a música de agradecimento a Deus por uma nova vida, linda por sinal e fecha o álbum standard com chave de ouro. Uma baladinha que não tem potencial para single.

Só queria saber porque Spiritual ficou de fora do tracklist e entrou como bônus. O que é essa música? Perfeita! Com um arranjo incrível puxado pro synth moderno, a faixa tem a colaboração de John Mayer e é uma das melhores e mais produzidas. Assim como It Takes Two que é uma baladinha intensa e bem Katy também, porém escrita pela nossa amada Emeli Sandé. E para finalizar, a envolvente e enigmática Choose Your Battles, que mostra o quanto o álbum é misto em estilos e Katy não se deixa uniformizar.


Katy Perry – Walking on Air [SNL] por eidurrasmussen

Katy Perry enterrou a Katy doce e colorida, mas o espirito dela continua vivo. Houve muita evolução da cantora em Prism, mas o medo de pensar fora da caixa foi maior e o álbum soou mais um da Katy Perry. O trabalho está impecável e não consegui desaprovar nenhuma das músicas e acho que esse álbum irá sim ser um marco na carreira dela, porém não fez nem cócegas em relação a história do pop. Gostei de tudo? Sim, porém não dei 5 estrelas pelo fato de não acha-lo envolvente e novo. No fim tudo foi reformado e misturado com antigas referências, mas nada realmente que seria novidade.

Obrigado Katy por um álbum recheado de hits e espero que você trabalhe bastante nele. Pois o álbum está impecável em cada detalhe. Te amamos, gatinha. ROAR!

2ª Faixa: Jessie J

Por em |

Jessie J

Enquanto não posto o review do Alive, novo álbum da Jessie J, deixo aqui a minha tese da 2ª faixa.
Representando a categoria, descobri Thunder que é excelente em todos os pontos. E ainda tem cara de single.

Produzida por uma “duplinha” sensacional e que separadas já fizeram músicas de Britney, Rihanna, Ke$ha e Katy Perry sentirem o gosto do #1 nos charts, eis eles: Stargate + Benny Blanco. A letra ficou por conta da própria Jessie J com algumas contribuições ali e outras aqui.

You make my head shake
I watch the glass break
I never thought it’s like tonight
Just like a mystic
You make my earth quake
You feel like thunder in sky
Like thunder, thunder, thunder (oh oh)
Thunder, thunder, thunder
Like thunder, thunder, thunder (oh oh oh oh)
You feel like thunder in sky

Move, o novo single do Little Mix

Por em |

Little Mix

Antes de tudo, relaxe onde você esteja, aumente o som e dê play no player abaixo:

Se trata do novo single do Little Mix, que dispensa apresentações, pois essas meninas fizeram um grande estrago na música britânica ano passado. Decididas a colher os louros da fama, as meninas já estão quase finalizando seu segundo álbum, chamado “Salute” e que promete um som diferente e mais maduro que o seu debut “DNA”.

Prova disso é Move, o primeiro single da nova safra e que é bem diferente e novo para elas, mas eu fico com a sensação que essa sonoridade é o magnus opus de Pharrel Williams, e espero que ele tenha alguma participação nessa música pois não encontrei nada na internet falando do produtor da faixa (apenas especulações, nada confirmado). Mas Move é ótima, vem com um frescor para o pop britânico, que desde Girls Aloud não há novidade em girlgroups.

A música é bem animada e a cada momento há uma direção. Tem de tudo, desde a barulhos com a boca, batidas altas e baixas, guitarras, vozes masculinas e até uns daqueles instrumentos que lembra a lira. Não dá pra saber como a música vai acabar, pois não segue um estilo e isso a torna diferente de fato. As meninas mandam muito bem e cada um tem seu pedaçinho, que cada um desenvolve brilhantemente. Move já tinha caído na net semanas atrás, mas eu sou muito cricri e deixei pra postar só agora, que a música saiu em uma qualidade melhor.

“Salute” será lançado dia 11 de Novembro, mesmo dia que ARTPOP. O álbum contará com contribuições da nossa pupila Nicola Roberts, Future Cut, TMS e a produção está sendo assinada por Jam and Lewis, que já trabalhou com Janet Jackson. Já dá pra ver que vai ser um estouro né?

Paris Hilton só quer curtir

Por em |

Paris Hilton

A vida de Paris Hilton deve ser muito chata e monótona né? A loira já foi modelo, atriz, escritora, cantora, presa, estilista e agora anda atacando de dj. Como dinheiro não é problema para ela, Paris tava cansada de viver nos shoppings e tratou logo de ressucitar a sua carreira de cantora. Como alguns sabem, a socialite já lançou um álbum que apesar de não ser relevante, adoramos e já até postamos aqui no blog, porém o sucessor de “Paris” promete ser feito para as baladas e pista de dança sendo todo trabalhado na house music.

Good Time, foi escolhido como primeiro single e o clipe já circula na net. A música foi escrita pela própria Paris Hilton e conta com o feat. (indispensável) de Lil Wayne. A música foi produzida por Afrojack, que é um dos produtores de Pitbull. Com apelo eletrônico, a patricinha não pensou duas vezes em botar um feat médio com um produtor bacana para seu single de retorno.

Apesar do arranjo soar perfeito, a voz de Paris não tem presença e não se destaca em momento algum. Good Time tem uma batida que nos anima porém a letra não é nada demais que lixo. Paris só quer curtir esse momento com muita festa e badalação. O clipe não podia ser diferente da música…

Vou considerar essa música chiclete: sem conteúdo e gruda na cabeça. Eu estou ouvindo a música há bastante tempo, e acho o que me hipnotiza é essa voz despretensiosa da Paris não querendo ser Mariah, e sim, ela mesma. E o clipe é bem bonito, lembra bem o verão e quem não gosta de ver a loira só de biquini sensualizando na piscina com seus “amigos”?

Agora vamos esperar e ver se esse cd sai ou não sai… porque se depender de $$, a gente sabe que esse álbum será #1.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...