Arquivos mensais: janeiro 2014

#TGIF: cinco melhores da semana I

Por em |

Todo mundo curte bastante as músicas novas que posto aqui e me pedem muito no twitter para apresentar mais e mais.
Daí como toda semana estou com novidades, resolvi reunir as cinco melhores e postar na sexta, para que todos ouçam e dêem aquele gás no fim de semana. Não irei por os links para download, mas nada que uma googleada básica não resolva né?

Espero que gostem das minhas sugestões.

Kelis está voltando e liberou a faixa Jerk Ribs para download gratuito no seu site. E claro, que ela a música é divina!! É suave e cheia de gingado.


Katy B está com seu cd prontinho e esperando a data pra lançar, mas enquanto isso a Crying for No Reason está sendo repetida várias vezes no meu player. Começa midtempo romântica e aos poucos se torna uma batida eletrica.


Love Only Leaves You Lonely da já conhecida Paloma Faith marca presença por sua voz calma e marcante, as vezes até penso que é a Duffy, e devo destacar o refrão. Para os amantes do soul, essa faixa vai chegar no coração.


Kylie Minogue mudou de gravadora e assinou com Jay-Z, mas a musicalidade da loira continua dançante e do jeitinho que a gente adora. Into the Blue tem a pegada que Kylie chamou de sua e embalada por um piano faz a gente dançar bem calminho. O clipe ainda não foi lançado, mas o lyric video é lindo!!


Para finalizar o post, fecho com Colbie Caillat< que deixou a vibe surf e veio pro pop rasgando tudo com Hold On que é pra mim, a melhor dela. O refrãozinho chiclete faz a música ter algo diferente, apesar de ser um pop que a gente ouviu muito. O clipe também é muito legal.


E agora? O que fazer?

Por em |

Para mim não há mais época mais tenebrosa do que o começo do ano, em que todo mundo passa em faculdade ou consegue um bom emprego ou apenas vão seguir um caminho diferente e vão embora. E eu estou me sentindo deixado para trás, mais uma vez. Eu sou aquela pessoa que anima todo mundo e encoraja para abrir as asas e voar, mas eu mesmo continuo aqui, criando raízes. E isso me deixa mal, pois eu quero mais do que tudo a minha liberdade. Porém eu fico sempre dependendo de algo, ora os estudos, ora o trabalho.

Ano passado fiquei me programando para que em 2014 eu pudesse seguir um novo rumo, mas tudo tende a não dar certo. Sim, quem vê pensa que eu fico aqui só reclamando e esperando as coisas cair no meu colo. Mas não, eu tentei e muito, mas eu vou ter que aceitar em ficar aqui mais um tempinho.

Além de alguns problemas, eu preciso terminar um curso de inglês e tirar minha carteira de habilitação, e para isso precisarei de seis meses. Talvez vou ter que adiar a minha nova vida fora na cidade grande por enquanto. Mas espero que nesse tempo eu não fique sentindo a tristeza em ver meus amigos partirem. Até porque eu não posso viver a vida deles, eu quero viver a minha. Ter as minhas escolhas.

Eu queria botar pra fora essa minha frustração, e apesar de ser chato, precisava ser aqui no meu espaço. As vezes eu esteja apenas visando o que eu quero, e esquecendo de aceitar a vontade de Deus. Claro que eu quero muito fazer faculdade, conhecer gente nova e trabalhar em um lugar totalmente diferente, porém eu esqueço que se eu for nesse estado que me encontro, estarei arriscando e tudo vai dar mais errado ainda. Só tenho que aceitar e me convencer disso.

Preciso de um placebo ou uma razão para aceitar esse tempo aqui.
Preciso amadurecer as idéias e me preparar.
Preciso juntar uma graninha para poder viver tranquilo.
Preciso me convencer que tenho x coisas para terminar antes de ir.
Preciso não sofrer com isso.

Tatuagens que eu faria

Por em |

Desde sempre fui fascinado por tatuagens. Mas admito que venho em uma luta constante comigo mesmo tentando criar coragem para ir e fazer uma, pois já botei na minha lista de metas de 2014 é fazer uma tatuagem. Nem que seja pequena.E claro que eu já tenho um desenho em mente, mas eu como sou muito egoísta não vou contar! Até porque eu procurei na internet e ninguem teve essa idéia ainda. Aguardem!

E motivado pelo mundo dos rabiscos, separei algumas que eu teria coragem de fazer. Ignorando a dor que é eu ainda quero ter e espero riscar (literalmente) esse desejo da minha listinha.





E você? Tem tattoo ou tem vontade de ter?? Vamos comentar sobre!

2014 já tem uma dona: Lily Allen

Por em |

Lily Allen

Bom, não necessariamente, até porque tem muita gente boa voltando nesse ano. Mas Lily Allen não vai passar batida não. Polêmica e cheia das verdades, a britânica não poupa palavras quando vai se expressar. E a gente ama isso.

Seus dois álbuns são marcos na história musical e ambos tiveram bons desempenhos. As músicas de Lily são ótimas e lotadas de personalidade. O meu favorito, “It’s Not Me, Is You” é um dos álbuns mais valorizados e muitas músicas foram trabalhadas, logo foi impossível você não ter ouvido alguma. Relembre uma delas, “22”:

Como Lily dá muito valor a sua família, tirou cinco anos para se dedicar aos filhos e por tudo em ordem. E depois de muito esperar, ela está de volta e com a língua mais ferina do que nunca. Uma recente briga no twitter com a cantora também polêmica Azealia Banks, a inspirou em uma nova música e a lição serviu para todas as mulheres que não tem talento e dependem do corpinho para se consagrar na música. O que não é o caso dela, pois ser sexy não é a praia dela.

Se “Hard Out Here” já é boa, Lily vem e lança a já viciante “Air Balloon” que é bem a cara dela. Na primeira vez que ouvi, achei meio irritante e estranha, mas depois que ouvi outras vezes, ela grudou e não sai. Muito gostosinha de ouvir. Na na na na na na… mm…

E pra finalizar também teve o cover de “Somewhere Only We Know” que Lily fez para uma animação que a gente acompanhou no natal passado. O cover ficou incrível e foi bom para matar a saudade da sua doce voz. Se você não viu, eu serei bonzinho e estou deixarando o vídeo aqui em baixo.

2014 promete ser um ano animado para Lily Allen, e ela deve aproveitar o máximo a seu favor. O álbum ainda não tem nome e nem data divulgados mas a gente sabe que virá algo. Como Lily é imprevisível, fará que nem Beyoncé e lancará sem alarde algum. rs

Enquanto isso não acontece, vamos ouvindo o que já temos.

3 Words: Cheryl é demais

Por em |

Cheryl Cole

Estava eu fuçando em meus cds e achei em um mp3 o primeiro álbum solo da Cheryl Cole, que era integrante da única e inesquecível Girls Aloud. Na época eu não a conhecia muito e só baixei por indicação de um amigo que estava falando muito bem dele. O álbum se chamava “3 Words” e gostei muito, logo na primeira vez que ouvi. E aos poucos fui ouvindo e tentando saber quem era Cheryl Cole. Mais pra frente eu me apaixonei pelo Girls Aloud e daí aqui estou.

Enfim, 3 Words é um álbum pop eletrônico que fez muito sucesso em terras britânicas pois Cheryl é bem conhecida por lá. Participar do juri do X Factor fez com que sua fanbase aumentasse consideravelmente, pois todo mundo sabe quem sempre foi a queridinha do Girls Aloud né? rs Mas Cheryl foi atrás de seu sucesso solo e trouxe um álbum redondinho e cheio de músicas boas. E ela deixou a produção do álbum toda nas mãos de Will.I.Am que naquela época não era tão farofa e fez um trabalho de respeito. Para mim é o melhor trabalho de Will em produções, pois o álbum todo conversa e as faixas são ótimas para ouvir em qualquer ocasião. O que me irrita é que mesmo se a faixa não tem o “featuring” escrito o nome dele, ele está lá fazendo algum verso ou coro.

Mas uma coisa eu não posso reclamar: a mulher arrebenta! Canta e dança demais… e sem contar o quanto ela é linda. Eu fico babando, sério. Ela nem é muito grande mas ela exala poder e sedução. E não ia ser diferente em suas músicas e videoclipes né? Para começar, a música de maior sucesso do álbum, “Fight For This Love”, que com certeza você ouviu lá em 2009.

Alem de “Fight” foram lançados mais dois singles, “3 Words” e “Parachute” esse último teve um clipe que é um dos meus favoritos. Das músicas favoritas, “Rain On Me” e “Heaven” que são muito pop e destaco “Stand Up” que foi composta por Taio Cruz e é uma club banger que não dá pra ficar parado. E o feat do Will.I.Am nessa é indispensável, pois ficou muito legal ele dizendo “Ok Cheryl, last dance!”.

Bom, a dica foi dada! Procure um site de ouvir música que você goste e ouça esse álbum. Eu amo e espero que vocês também gostem e o tirem do baú de vez em quando.

Cheryl Cole – 3 Words (2009)
1. 3 Words (feat. Will.i.am)
2. Parachute
3. Heaven (feat. Will.i.am)
4. Fight For This Love
5. Rain On Me
6. Make Me Cry
7. Happy Hour
8. Stand Up
9. Don’t Talk About This Love
10. Boy Like You (feat. Will.i.am)
11. Heartbreaker

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...