Porque assistir “Amélie Poulain”?

Por em |

“Na minha família se diz que quem sabe provérbios não é de todo mal.”

Talvez o melhor provérbio que defina O Fabuloso Destino de Amélie Poulain seja: “Ver para crer.” Quando se pensa em cinema Francês talvez a reação não seja de total animação, mas é exatamente essa a missão do filme: surpreender. Lançado em 2001 e dirigido por Jean Pierre Jeunet, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain conta a história de Amélie (Audrey Tatou) desde sua infância, seu contexto familiar problemático e peculiar, até quando sai de casa e se muda para o bairro parisiense Montmartre, onde consegue um trabalho de garçonete e leva sua vida pacata.

Contudo, uma reviravolta se dá em sua vida quando, distraída com a notícia da recente morte de Lady Diana, descobre em seu banheiro um pequeno tesouro pertencente ao antigo morador. Amélie, decidida a encontrar o antigo dono da sua recente descoberta, promete que se ao lhe entregar o tal tesouro anonimamente, e  ele se emocionar ao rever suas memórias, tentará mudar a vida de todos ao seu redor. Caso isso não ocorra, apenas irá deixar de lado. Assim sendo, o dono, se emociona com o objeto e Amélie adquire uma nova visão do mundo, espalhando pequenos atos de alegria pela vida de todos. Mas ainda lhe falta um grande amor.

Poderia ser apenas mais um no meio de tantos outros lindos filmes do cinema internacional, contudo o Fabuloso Destino de Amélie Poulain traz uma dose de citações sobre preferências e aversões de um seleto grupo de personagens enquanto os apresenta. Reviravoltas como as do duende de jardim, personagens instigantes como seu amigo e inquilino Dufayel e um cenário ambientado em Paris.

O filme é ainda mais delicado pela presença de uma trilha sonora doce que vale sua atenção e uma fotografia totalmente diferenciada, que força os nossos olhos a degustar a sobreposição dos tons avermelhados e esverdeados que povoam todo o filme. O figurino, todo romântico e delicado da protagonista, complementa a sua personalidade incrível, deixando fácil qualquer um afeiçoar-se e torcer por ela durante o filme todo.

Um filme que ganha as pessoas pelas sensações e pela forma inesperada como decorrem-se os fatos, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain é gracioso, nostálgico, cômico, sensível e sonhador. Sendo um prato cheio pelos apaixonados pela “Sétima Arte” e por aqueles que buscam num filme, uma porta pra um mundo diferente de sua realidade corriqueira.

Se você ainda não assistiu, assista! Se já assistiu, assista novamente.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...