Internet&Cia

O que deve ficar em 2014

Por em |

2014 foi um ano muito bom e teve muita coisa memorável, assim como a Eleições, onde a Dilma ganhou por míseros votos a frente, deixando Aécio Neves só na vontade. Bom, eu não vou ficar falando disso até porque nem de política eu gosto muito. Enfim… conversando com meu amigo João C. sobre as coisas que devem ficar em 2014, e bem, chegamos a essa conclusão:

1. Pau de Selfie

Essa “modinha” nem bem começou mas já deve parar. Acho muito legal tirar fotos com o extensor em paisagens bonitas e que devem ser admiradas, mas juntar uns 45 amigos no meio da balada pra tirar a foto é totalmente dispensável.

2. O forninho da Giovana

O vídeo que é de 2012 e só veio a conhecimento do povo agora, foi um dos memes mais executados e repetidos nesse ano. Apesar de engraçado, vamos deixar a Giovana seguir em frente.

3. O óculos da Juliana

“Ei coisinha, vá devagar!”, “Meu óculos! Ninguém sai!”, “Juliana está desmaiada”, “Chama o Xamu”… os bordões que também dominaram 2014. Essa dublagem inusitada fez sucesso e já saturado deve descansar junto com a “Giovana” e o “Taca Le Pau nesse carrinho Marcos” para que em 2015 venham mais outros.

4. Ice Bucket Challenge

Desafio do Balde de Gelo aqui no brasil, foi aquela ação em que até os famosos entraram para chamar a atenção das pessoas a doença ELA. Foi bacana e ajudou bastante nas pesquisas da doença, mas infelizmente a ação vai ficar em 2014.

5. O vexame do 7×1

Bom. Não precisa falar mais nada né? E faz outro favor? Pega aquela música ridícula da copa e some com ela também? Obrigado.

Músicas que devem ser esquecidas em 2014

1. Happy – Pharell Williams


Pharrell, parábens pela música. Mas. Já. Deu!

2. Chandelier – Sia


Sia é uma hitmaker, disso ninguém duvida mais.

3. Fancy – Iggy Azalea (feat. Charli XCX)


Bastou um clip com uma referência que todos amam pra música bombar.
Até porque ninguém sabia quem era Iggy Azalea e Charli XCX.

4. Summer – Calvin Harris


“Quando te conheci no verão…”

5. Domingo de manhã – Marcos & Belutti


Música chata do caralh*. E se você gosta, bem… não tem como te defender amigo!

É isso. Dê um joinha aí se você curtiu o post e compartilhe com os amigos também.
Grande abraço! 😉

A KLM está sempre feliz em ajudar

Por em |


A KLM Royal Dutch Airlines realizou uma missão única de ajudar qualquer viajante em caso de necessidade, e não apenas os viajantes que voam com a empresa KLM.

A partir de um stand especial montado em Schiphol Plaza no Aeroporto de Amsterdã, a equipe do #happytohelp ajudou viajantes nos aeroportos, e tudo isso foi documentado e transmitido nas redes sociais durante cinco dias. As viagens internacionais podem ser um incômodo, mas os passageiros de todo o mundo tiveram o prazer de experimentar o impacto sendo minimizado pela jornada da equipe do #happytohelp da KLM.

O centro de ajuda inovadora da KLM ficou aberto 24 horas por dia e demonstrou a todos os extremos que a companhia aérea vai para ajudar todos os viajantes. E foi através das redes sociais que a equipe do KLM foi fornecendo dicas de viagem para quem se dirigia ao exterior. Os turistas foram presenteados com dicas de vídeo personalizados que eram diretamente relacionados ao seu destino.

Durante a semana, os passageiros foram ajudados com passaportes perdidos ou esquecidos e também presenteados com camas durante longas noites de espera nos aeroportos. Toda essa atividade foi documentada e enviada para as mídias sociais da KLM e canais do YouTube para que todos pudessem ver.

Assista uma das incríveis e comoventes histórias #happytohelp aqui – KLM. #happytohelp:


(para quem não sabe inglês, é só ativar a legenda no vídeo)

Disse me disse…

Por em |

Avaliação independente de produtos
é decisiva na hora da compra online

As ferramentas podem ser as mais modernas possíveis. Ipads, laptops de última geração, buscadores capazes de oferecer ao consumidor online exatamente o produto que se procura baseado nos cliques mais recentes, múltiplas formas de pagamento. Porém, na hora de bater o martelo e passar no caixa para fechar a compra no comércio eletrônico, o que realmente define a tomada da decisão é a boa e velha propaganda boca a boca.
É o que revela a pesquisa “Psicologia do Consumidor & E-Commerce Checkout – as estatísticas e hábitos atrás de cada clique do consumidor”, focada especificamente no comportamento do comprador na hora de fechar o negócio com as empresas que têm seus sites disponíveis na rede. De acordo com esse levantamento, muito mais importante que oferecer um cupom de desconto, por exemplo, é apresentar a ele o review (avaliação) independente dos produtos.

Avaliações funcionam como
propaganda boca a boca

O consumidor quer saber a avaliação que as pessoas que compraram aqueles itens fazem do negócio que realizaram. Através do review, elas dizem a quem está prestes a concluir a mesma transação se estão satisfeitas com o produto que compraram e aconselham seu “companheiro de compras”, mesmo que não façam a menor ideia de quem ele seja, a adquirir ou não aquela mercadoria.
É por isso que muitas cadeias de loja enviam a seus clientes um e-mail perguntando se estão satisfeitos com o produto que adquiriram e pedem que seja feita uma avaliação. Isso pode ajudá-las a convencer mais pessoas a comprar aquele item.

Clientes leem em média 6 avaliações
antes da compra

De acordo com a pesquisa, 85% dos consumidores leem os reviews antes de fechar o negócio. Entre o universo dos leitores das avaliações, 79% afirmam confiar no que ali está escrito como se fosse uma recomendação pessoal, mesmo que não conheçam nada sobre a pessoa que escreveu o comentário.
O volume das avaliações é importante para a loja online. Em média, cada usuário lê seis reviews antes de confiar no produto e na empresa que vende ou produz o item antes de tomar a decisão de comprá-lo. Uma loja que não apresenta comentários sobre os bens que disponibiliza tem chances menores de concluir uma venda que outra que proporciona aos clientes um local onde os usuários falam sobre a mercadoria oferecida, mesmo que alguns comentários possam não ser totalmente positivos.

Infográfico
Infográfico
Infográfico
Infográfico
Infográfico

Fonte: vouchercloudbr.com.br

7 músicas para cantar no karaokê

Por em |

“Nada do que foi será… de novo do jeito que já foi um dia.”

E é assim que eu começo o post de hoje, relembrando uma das muitas músicas que já cantei no karaokê. O post de hoje é sobre isso sim! Para a minha alegria, um dos temas do mês no Rotaroots (grupo de blogagem coletiva que participo) é postar 7 músicas para cantar no karaokê.

Agradeço aos japoneses por essa ideia brilhante de criar um aparelho onde podemos soltar o gogó e ainda admirar lindas paisagens. Desde a sua popularização no Brasil, eu sou um amante do karaokê e além de Lulu Santos, já cantei muito A Lenda e Pense em Mim. Grandes clássicos ein.. duvido que você já não tenha cantado uma delas.

Vocês cantam, eu dou show! É assim… me empolgo e sempre me sinto a Ione do Shopping e dependendo do meu desempenho faço que nem a Flora e mando todo mundo aplaudir, até porque eu não sou obrigado. Mas hoje deixarei aqui o setlist do meu show, que logo estará percorrendo todo o Brasil. Nem anunciei e já fiquei sabendo que já se esgotaram os ingressos. hahaha

Meu show no karaokê funcionará assim: Ato 1: A solidão | Ato 2: A rebeldia
Começo assim:

1. Adele – Hometown Glory


2. Heart – Alone


3. Pitty – Na Sua Estante


4. Michael Jackson – Man In The Mirror


5. The Temptations – My Girl


6. Cassia Eller – Malandragem


7. Guns n’ Roses – Sweet Child O’mine


Bom, essas são as minhas escolhas. Algumas inusitadas, outras clichês. Mas são as que mais gosto e que nem desafino tanto. Mas eu quero saber de vocês, que estão lendo.. qual música gostam de cantar no karaokê?

Comente por aqui ou pelo facebook, mas não deixe de falar.. quero saber!

Grande abraço!
Pedro

Fazendo o Impossível pelo GRAAC

Por em |

GRAAC

Quem nunca pensou em histórias mirabolantes e nunca criou personagens que não existem? Eu pelo menos já fiz e muito isso na minha infância, e impulsionados com a criatividade dos pequenos, o GRAAC – Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer, decidiu fazer uma campanha com histórias impossíveis dos próprios pacientes de seu hospital.

50 crianças foram desafiadas a criar alguma cena mirabolante e surreal, para que outros 50 ilustradores as transformassem em realidade. O intuito era receber doações em quantias acessíveis e em troca, a pessoa recebia em seu e-mail um pdf reunindo todas as ilustrações e de acordo com a quantia, até desenhos bases com assinaturas poderiam ser ganhados em troca da boa ação. No final, todo lucro líquido será doado para o Hospital do GRAACC para que eles continuem fazendo o impossível todos os dias: lutar e vencer o câncer infantil.

A campanha “Fazendo o Impossível” fez tanto sucesso que bateu a meta de doações. E como prometido, já estão sendo divulgadas as historinhas escolhidas e as ilustrações de cada uma. Reuni umas das que saíram e que mais gostei até agora, incluindo a fofa ilustração do meu amigo, Vitor Martins, que me deixou imaginando a cena de todos os personagens de histórias infantis brincando de esconde-esconde.


A cena impossível que a paciente Gabriela, de 5 anos, inventou para o projeto foi encantadora: “Personagens de contos de fada brincando de esconde-esconde”. Por Vitor Martins.


O paciente Gustavo, de 10 anos, imaginou para nosso projeto uma cena bem complexa: “Baleia espanhola de 3 cabeças dando uma entrevista”. Por Gus Batts


O paciente do GRAACC Samuel, de 9 anos, foi um dos que não titubeou e foi bem claro quanto à sua cena impossível: “Um Opala com asas de avião turbinadas e cauda de helicóptero”. Por Adams Pinto


A Julia, de 7 anos, também paciente do GRAACC, imaginou para nosso projeto uma “Fada comemorando seu aniversário de 10 anos fazendo um churrasco na floresta”. Por MZ09


O paciente do GRAACC, Stefan, de 14 anos, imaginou um “Lulassauro tentando abrir um pote para pegar um biscoito-pérola”. Por Estúdio 2minds

Gostou? É só clicar aqui e se divertir na página da campanha no Facebook. onde o restante das imagens já estão sendo postadas. Aposto que você vai vomitar arco-íris que nem eu… E claro, não deixe de ajudar o projeto, milhares de crianças dependem da nossa doação. Apesar da meta já ter sido batida, não significa que as doações terminaram. Entre no site do Graac e saiba como pode ajudar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...