O que é isso?

O veredito!

Por em |

Cat

Obrigado a todos que responderam a minha enquete e me fizeram ter novas perspectivas para o blog.
Dentre tudo o que eu queria saber, eis o que deve ser ressaltado:

Na sua opinião o Fruto Proibido é:
Apesar de um empate técnico, vocês me disseram que o blog é pessoal e de cultura pop.
Então decidi continuar postando sobre os dois assuntos. Se limitar pra que, né?

O que você gosta de ler?
As minhas rotineiras “Resenhas/Reviews de Albuns” foram as mais votadas. Deixando as outras categorias no chinelo. Mas em segundo lugar também ficaram os meus textos pessoais. Muito bom, até porque as vezes eu gosto de falar de rotina ou de algo que aconteceu na minha vida.

Houve diversas dicas e opiniões sobre o que perguntei e gostei muito de todas. Prometo que irei pensar em todas e por algumas para funcionar. A opinião de vocês foi essencial para que eu pudesse ver um lado do blog que eu não conseguia enxergar.

Peço paciência! O layout não irá mudar, mas prometo que o conteúdo será mais frequente.
Obrigado mesmo… de coração.
Tamo junto!!

Top 3: Filmes com poker

Por em |

O Top 3 de hoje irá falar sobre jogo e filmes. Sabe aqueles filmes onde há pessoas que arriscam suas vidas pelo jogo? Pois bem, listamos 3 filmes em que as histórias giram em torno de mesas de poquer e altas apostas. Vejam:

1. Cartas na Mesa


Neste filme Matt Damon é um jogador viciado no poker, que perdendo todas as suas economias de uma vida no jogo. Decidido a abandonar essa prática e dedicar-se ao trabalho, seu amigo, Edward Norton aparece para pressioná-lo a voltar às mesas de jogo. E claro que ele volta ao póquer e acaba por enfrentar um talentoso jogador num torneio clandestino.

2. Maverick


Outro filme famoso, mas em genero de comédia, intitulado Maverick (Maverick de 1994) é um Western em versão para o cinema da série de TV homonima e de grande sucesso nos anos 50. Mel Gibson interpreta a personagem principal que é um jogador inveterado, astuto, trapaçeiro e mulherengo que parte rumo ao Mississipi para participar num torneio milionário disputado durante a viagem de barco pelo rio.

3. Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes


Filme britânico que se baseia na história de quatro amigos que acumulam algum dinheiro com a finalidade de comprar a participação de um deles num jogo de poker clandestino. O que eles não imaginavam é que o agiota, organizador do “evento”, que também é jogador, fosse um trapaceiro. Daí surgem muitas confusões e reviravoltas que certamente conseguirão prender o interesse do espectador.

Fica a dica para quem gosta bastante do jogo e quer aprender algo com os filmes. Sem contar que hoje em dia é bem fácil jogar, pois nem precisa sair de casa. O póquer é um dos jogos de casino mais populares além do blackjack, que você pode encontrar por exemplo no http://www.blackjackonline.pt. Jogue com consciência ein galera!

Ainda amo cds…

Por em |

Cds

Desde quando eu era criança que tenho meu contato íntimo com música. Meu pai tinha um aparelho de som que tocava discos de vinil e fitas k7, que eram as minhas preferidas. Quando cresci um pouquinho, meu pai comprou um tocador de fita com gravador. Ah.. era minha diversão. Eu tinha várias fitas e a maioria eram infantis, e me lembro que as vezes dormia ouvindo minhas fitas do Sandy & Junior no meu walkman. O tempo foi passando e quando completei 10 anos ganhei um cd player que nossa, foi o suprassumo da minha infância, pois eu já era viciado em fitas, e ter um upgrade para cd foi muito interessante. Só de pensar que não precisaria ficar procurando a música na fita me deixava extasiado.

Só que antigamente os cds eram muito caros. Lembro que era em torno de R$ 40,00 cada, mas era muito legal poder comprar o cd e folhear o encarte que vinha. Achava tudo muito legal, mas como eu não tinha uma condição financeira alta, tive que me contentar com os cds piratas. E mesmo assim era carinhos, lembro que era R$ 10,00 cada e era de qualidade muito ruim. Graças a Deus a tecnologia foi evoluindo e o preço de ambos abaixou. Mas eu ouvia muito, e sempre comprava. Amava quando tinha promoções de 3 por R$ 10,00.

Alguns cds eram dificies de encontrar, ainda mais na minha cidade que tinha apenas uma lojinha de cds, que era o meu lugar favorito na terra, rs. E imaginem minha reação quando ia no shopping das cidades vizinhas? Morria e não saia de lá enquanto meus pais não me compravam um cd original. E o tempo passou, os mp3 surgiram e o download digital tomou lugar e infelizmente muitas pessoas perderam a vontade de comprar cds.

Eu, ao contrário AMO CDS e jamais deixei de comprar meus queridinhos. Quando comecei a trabalhar e ter dinheiro sobrando, ia nos sites e comprava vários cds que gostava e não tinha. Já falei muito aqui no blog das comprinhas que fiz e das coleções que completei. E amo sentir aquela sensação de antigamente, onde pegava o cd e o ouvia cantando as músicas lendo o encarte. E o preço hoje em dia está muito em conta, o valor de um cd hoje não é tão abusivo e vale muito a pena, basta procurar bem entre muitos anúncios e classificados gratis.


Parte da minha coleção de cds

Gente, diz aí:
O que vocês acham de cds? Tem alguma coleção ou pretende ter?
Gosta da nostalgia ou acha que já passou essa fase de cd físico?

Comentem, mantenham o blog vivo!

Red Hot Chili Peppers no Brasil

Por em |

Quando ouço Red Hot Chili Peppers me transporto lá pros anos 2000, que foi quando conheci a banda na casa de um primo que sempre a ouvia, já que na época a banda era um fenômeno entre os jovens. Lembro que meu primo mais velho ouvia muito Otherside e a musicalidade dessa música me chamava a atenção, pois era um estilo diferente de tudo que tocava na época. Enfim, assim que conheci a banda que é uma mistura de rock alternativo, hard rock, funk, punk e por aí vai…

Quando fiquei mais velho, as músicas da banda foram me seguindo. Quando tinha 15 anos, um amigo (o único que tinha computador com gravadora – pfff) havia baixado vários clipes e juntava uma galera para assistir os VCDs que ele gravava, e no meio tinha todos os clipes do Red Hot, entre eles Otherside, Scar Tissue, Californication e By The Way que sempre foram as minhas favoritas. Sem contar as várias vezes que esses clipes passavam na MTV e no jurássico ClipMania (quem lembra?)

Sei que aqui no blog tem muita gente nova que com certeza não sabe quem é Red Hot Chili Peppers, mas creio que já saibam inconscientemente quem seja, pois com certeza já ouviram as músicas deles por aí, pois é impossivel não ter ouvido pelo menos uma delas. Quando você ouvir a maioria das músicas mais populares você vai falar: perai, já ouvi essa música. A banda americana foi formada em 1983 é composta por Anthony Kiedis, Flea, Chad Smith e Josh Klinghoffer. Pra saber mais eu aconselho a dar uma olhada no site oficial da banda, que por sinal tem um design bem bacana.

A boa nova é que o RHCP está vindo pro Brasil para apresentar o último álbum, “I’m With You” que foi muito bem recebido pela crítica e aclamado pelos fãs. Claro que não seria diferente, com quase 30 anos de carreira o grupo californiano continua sendo considerada uma das melhores bandas de rock do mundo. A banda passará pelas capitais São Paulo, Rio de Janeiro e a nossa mineirinha Belo Horizonte. Os shows da nova turnê do Red Hot começam a partir do dia 02 de Novembro e você deve garantir seu ingresso o mais rápido possível, pois não vai querer deixar a chance de cantar Dani California ao vivo com eles passar né?