Lutar ou fugir? Emily Osment decide!

Por em |

Ela parece a Carrie Underwood mas está longe de cantar country

Emily Osment pra quem não sabe, é a melhor amiga da Hannah Montana e irmã do Haley Joel Osment, o robozinho de A.I., lembram? Btw, ela como todos os atores da Disney tem multi talentos, e eis que ela está aflorando o de cantar.

Emily está estreiando com o mesmo estilo que sua amiga Miley Cyrus e Selena Gomez escolheram, que ambos saíram muito bem e eu até comentei aqui no blog.

Antes de baixar o cd, fiquei com receio de perder tempo baixando e ser um cd ruim, já que me disseram que não gostaram. Fui na fé e na coragem e eu gostei muito dessa mistura eletro que a Emy fez, já que TODAS as músicas foram escritas e produzidas por ela. Clica no play abaixo e vamos mais uma crítica saudável, dedicada ao meu amigo Vitor.

O álbum começa bem animado, já que Lovesick é bem alegre com uma batida bem conhecida, e já está definida pra ser o segundo single. Get Yer Yah-Yah’s Out também tem uma batida nada desconhecida e os efeitos que usaram durante a música deram uma sensação mais divertida. Algum estagiário por brincadeira colocou uma música da Miley Cyrus: 1-800 Clap Your Hands (The Water is Rising) #brinks mas tipo, a voz da Emy está IDÊNTICA a dela – confude fácil. Marisol é a primeira baladinha do cd, e é o tipo de música que deu certo com a voz grave da Emily, não força aqueles agudinhos a la Mariah. The Cycle é toda trabalhada no up-tempo e com refrão chiclete: preferida.

Em All the Boys Want abusam do autotune que só Deus perdoa, mas eu adorei a música mas não apelo comercial, infelizmente. Os sintetizadores tomam força em Double Talk com uma pitadinha de europop, impossível não favoritar essa faixa no Last.fm. O refrão tao é chicletinho e você fica diversas vezes no double double talk talk. Truth or Dare também tem uma vibe conhecida mas irresistivel, mas a música perde o fôlego no refrão.

Let’s Be Friends é o primeiro single e a música carro-chefe do álbum. A música tem uma melodia bem parecida com Radar, da Britney Spears. A voz da Emily fica grave e do nada põe um autotune, depois colocam uma voz robótica. Um perfeito hit quee eu adoraria ouvir nas rádios. Veja o clipe abaixo. You Get Me Through a segunda e última baladinha do cd é bem bonitinha e não foge do padrão. Gotta Believe in Something chega com tudo pra fechar o cd com chave de ouro. A intro me lembrou muito a intro de Ribbon da Mariah Carey, mas o restante da música é totalmente energética.


Emily Osment – Let's Be Friends – Official Video found on Pop

Emily Osment chegou e não está pra brincadeira não. Ela está no nível das amigas que também tentaram ser mais bitches e estão conseguindo. Só achei que a Emily devia ter feito mais baladinhas porque o álbum ficou muito eletrônico, faltou acalmar os nervos. Mas eu recomendo a todos que estão a fim de um pop destemido, porém que já conhecemos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...