Review: Britney Spears – Britney Jean

Por em |

Britney prometeu um álbum diferente. Bom, pelo menos ela cumpriu a promessa, porém não no sentido bom.

Britney Jean
Nota: 3,0

    Artista: Britney Spears

    Álbum: Britney Jean

    Gênero: Pop

Sei que demorei para postar um review desse álbum que foi um fiasco para 2013, e nem a própria Britney está muito preocupada. Enquanto Katy Perry e Lady Gaga brigavam pelos holofotes, Britney foi de fininho e lançou um álbum na medida, onde não acrescentou nada a sua carreira. As melhores músicas não são de fato as melhores, pois falta muita Britney nelas. Em Britney Jean, o conceito era biográfico e ter composições da própria Britney, mas tudo soou cansativo e sem graça. Se o Femme Fatale não havia me trazido bons frutos, Jean me deixou tudo com um gosto amargo.

Quando saiu Work Bitch, fiquei muito animado com a musicalidade. Senti que Britney havia evoluído e escolhido um time campeão. A produção era impecável, mas cadê a Britney radiofônica? Aquela Britney que a gente ouvia muito em qualquer lugar? Essas músicas só servem para dançar na boate. E olhe lá! Bom, eu adorei o álbum, vou admitir, mas passa longe do que Toxic e Gimme More representam em minha vida.

Adoro que o álbum começa com ALIEN, que foi a única música que Will.I.Am permitiu que o sábio William Orbit colocasse a mão. E essa música tem essência Britney. Tem aquela pegada dos anos 2000. E o refrão é fácil de decorar e cheio de chiclete! “Naranon… naranon… naranon”

WORK B*TCH é a faixa com mais personalidade do BJ. A moça chega cheia de marra e achando que pode esculachar todo mundo que acha que foi fácil andar com limousine e usar coisas caras. Mas é só também. A música vai e volta diversas vezes.

PERFUME também merece destaque. Britney está romântica e embalando essa canção linda escrita por <3 SIA <3 e ela arrasa. É uma das minhas favoritas pois a música não tem aquela parafernália barulhenta do Will.I.Am e a gente ouve bem a voz da Brit.


Será pecado preferir o lyric video do que isso?

IT SHOULD BE EASY é legal. Mas parece que veio lá do cd do Will.I.Am, porque não tem refrão e a coitada da Britney quase não aparece e só canta com essa voz robótica.

TIK TIK BOOM é ótima e me lembra muito a era Blackout. E esse refrãozinho também merece o troféu chichete. A participação do T.I. é legalzinha, mas foi mesmo necessária?

BODY ACHE tem autotune em doses cavalares e isso só a deixa melhor. Essa música não tem quase nada de letra, mas só de ser uma produção de David Guetta eu já a considero a melhor das farofas desse álbum.

TIL IT’S GONE começa tranquila mas depois de meio minuto corrido, a faixa começa a mostrar para o que veio. Destaque para o “GOOOONE” do refrão. E só. Próxima!

PASSENGER ou Legendary Lovers? O incio me lembra música árabe e tem uma vibe que eu gosto demais. Tem essa coisa de uma batida constante. Will.I.Am não farofou e a deixou a voz da Britney muito marcante, porém sem muito poder. Bem íntima. Outra faixa que é minha favorita pelo conceito em não ser nada a mais que um passageiro.

CHILLIN’ WITH YOU é a típica faixa que não faz diferença nenhuma no álbum e com um feat insignificante. Claro que adoro Jamie Lynn mas porque essa música desconexa está no Britney Jean? Dá a impressão que é apenas para promover a irmã. Mas parece que essa missão não deu certo.

DON’T CRY é a típica música que a gente detesta o início mas se rende ao refrão. Tem uma batida bem suave e eu até parabenizava o Will.I.Am, mas aí essa música volta para aquele começo irritante e eu mudo de música.

As bonus track não valem tanto a pena assim. Dou valor em BRIGHTEST MORNING STAR porque é outra preciosidade da <3 SIA <3 e eu amo tudo que essa mulher compõe. E vamos combinar, essa música é demais. Eu trocava ela por Don't Cry sossegado. Tem uma batidinha pop no refrão que me deixa saudosista - ainda mais porque é uma produção do <3 DR. LUKE <3. HOLD ON TIGHT é chatinha. Próxima!

NOW THAT I FOUND YOU é muito boa! Muito mesmo… Começa inocente e vai estourando com uma refrão que parece música do Avicii. Eu a colocaria em alguma trilha sonora de novela. Amo o finalzinho country!

PERFUME (THE DREAMING MIX) é aquela versão alternativa que ninguém ouve.

~ FIM! Hora de botar o In The Zone para tocar… rs

C O N C L U I N D O

Para quem estava acostumada a reinar nas rádios e em todo clube onde haja pessoas dançando, Britney Spears parece estar cansada e com muita indisposição para fazer sua carreira ser o estouro que era. Claro que houve muitas pedras no caminho da nossa princesa do pop, mas ela devia se lembrar da legião de fãs que ela tem ao redor do mundo. Gravar um álbum mixuruca e ficar a tarde toda dormindo não faz com que a gente fique feliz. Nem um pouco. Com uma baixa divulgação, Britney Jean se tornou um dos álbuns mais flopados de 2013 (dizem que não superou nem as vendas do Bionic). Para quem intimidava em Work Bitch, Britney não trabalhou nada nessa era.

Mas irei relevar algumas coisas, porque Britney está preparando uma nova turnê com seus hits passados, e duvido muito que ela esteja preocupada em divulgar as novas faixas. Mas bom, pelo buzz que estão fazendo, a turnê promete bons comentários a loira.

Músicas secas e sem apelo nenhum. Não consigo nem imaginar um clipe legal para essas músicas. Eu repito, gostei bastante do resultado, mas não o elejo o melhor de 2013. A produção ficou empenhada em fazer tudo que Britney quisesse, tanto que seus hitmakers foram tirados de campo para que Miss Spears pudesse se sentir mais a vontade. O resultado foi bom, mas não senti o fogo que ela causa quando ouço suas músicas antigas.

Britney Jean poderia ter sido a bomba de 2013. Uma pena que essa bomba veio sem pavio!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...