Rihanna e seu barulhento “Loud”

Por em |

Quando fiquei sabendo que a Rihanna estava trabalhando num novo cd, eu fiquei muito curioso pra ouvir o resultado. Muita gente não gosta muito da Rihanna devido as polêmicas passadas, mas em uma coisa vocês tem que concordar comigo: a Rihanna é uma das queridinhas da música atual. Tudo que a mulher faz, vira viral e faz muito sucesso. Até mesmo em Rated R, um álbum cheio de emoção e com uma melodia triste, Riri soube fazer tudo ser adoravel e ao mesmo conseguir emplacar uma porção de hits.

“Loud” é todo alegre e percebe-se que Rihanna não foi longe pra beber da fonte mais preciosa. Jogada de marketing, ou não, o LOUD fez juz ao nome e fez muito burburinho na mídia e fez muita gente perder os fios de cabelo para ouvir o preview das faixas. Primeiro veio Only Girl e contagiou tanto que foi o top 1 em muitos charts. Logo outras faixas caíram na net e assim foi indo até o cd ser lançado. Achei o cd muito bom e cheio de ritmos.

S&M é o cartão de visita do cd, chega com um NANANANA C’MON com uma batida muito dançante. What’s My Name começa com o rap do Drake mas depois a Rihanna assume o vocal e traz o R&B de Good Girl Gone Bad de volta. Cheers (Drink To That) contém o sample de I’m With You da Avril Lavigne, o que deixa a música mais interessante.

Fading é toda cheia de mistérios no começo mas depois vem uma batidinha que denuncia a baladinha e que pra mim deve ser single já. Até imagino tocando nas rádios por aí. Only Girl (In The World) é toda europop e a gente já ouviu tanto que nem enjooa. California King Bed a minha balada preferida do cd, a voz da Rihanna se destaca ao violão, mas no refrão ela pega no tranco. Essa merece cinco estrelas.

VEM GENTE, Bob Marley tomou conta em Man Down, que na verdade achei muito boa e cheia de ritmo. Raining Men tem a arroz de feat Nicki Minaj como parceria e dá certo até no meio da música. Depois cansa, essa batidinha enjooa um pouco, mas ok. Complicated é chicletinha e a Riri canta muito nela. Muito boa também.

Skin é o recall do Rated R, com uma vibe toda desnorteada porém bem sádica, uma coisa triste que a gente gosta e muito. Love The Way You Lie (part II) é aquilo que a gente também já cansou de ouvir, mas sem a maior parte rapper do Eminem.

Fazendo essa retrospectiva meio que percebi que o LOUD é mais um misto de tudo que a RIhanna já fez. Tem um pouquinho de cada álbum em cada faixa; quem conhece os outros cds também acharam o mesmo que eu. Ou talvez não. rs

Você ouviu o cd? O que achou? Baixe clicando aqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...