Sobre coragem e independência

Por em |

Pedro e o Sol

Bom, o Fruto Proibido inicialmente foi criado por mim, Pedro, para ser um blog pessoal; pois em 2008 era legal e era um modo de expressar e ser ouvido. O blog foi crescendo e virando a minha identidade, pois assumi ser o @frutoproibido e a partir dali fui me dedicando mais em opiniar sobre cultura pop e o blog pessoal ficou um pouco esquecido. Por isso irei voltar com meus posts pessoais. O Fruto Proibido é isso, sem definição. Não é só um blog pop ou apenas pessoal. É tudo aquilo que eu sempre quis: um espaço onde eu pudesse deixar registrado o que pensei. Para isso ressucitarei a tag Desabafos para esse tipo de coisa e peço que se sentirem vontade de comentar, questionar ou me ajudar com alguma coisa, faça-o! Por favor, rs. Junto aos textos irei postar alguma imagem do meu instagram, até porque quero que fique bem pessoal. Ok? Então que comecem os jogos!

Cansado de viver uma vida metódica, resolvi ter coragem e me arriscar numa tentativa de ser feliz. O trabalho apesar de ser algo que eu amava fazer, estava me esgotando. O lugar não me agradava mais e as pessoas pareciam estar me sufocando e tentando me tirar do sério. Num momento de loucura, pedi demissão e me joguei numa loucura de tentar me livrar dessa rotina.

Fiquei tranquilo e me sentia tirando aquela corda do pescoço, a mesma que me sufocava todos os dias. O “acerto” me rendeu um dinheiro muito bom para poder realizar um sonho congelado. O mesmo que gritava coragem e independência, mas a única coisa que eu sentia era necessidade. Respirei fundo e comprei um carro. Não um carro novo mas também não tão velho e caindo aos pedaços. Um carro que podia dizer ser meu, que eu poderia dirigir como queria, ir com ele pra onde eu quisesse e se caso quebrasse algo, eu que iria ter que ter a responsabilidade de arrumar. Como disse era um sonho, mas ao mesmo tempo me senti quebrando as correntes que havia em minhas mãos e pés. Talvez vencendo mais uma etapa da minha vida.

Hoje não estou preocupado onde irei trabalhar, pois reavivei um projeto antigo, o Expresse Idéias que nada mais é uma agencia para chamar de minha. Onde eu sou o patrão, funcionário e empreendedor alegre por algo que eu sempre quis estar dando certo. O projeto está engatinhando, mas estou feliz com os frutos que está dando. Claro que não ficarei parado ali, mas por enquanto estou gostando e é melhor não mexer em time que está ganhando né?

Ano que vem já fiz meus planos e quero vencer outra etapa em minha vida, e que a maioria dos jovens almejam: a tal da liberdade, entre aspas independência. Decidi me mudar para a cidade grande em busca de estudos e crescimento profissional. Acho muito egoísmo comigo mesmo, pois o mundo é tão grande para ficarmos parados enquanto ele fica girando. Meus pais como todos os pais, não aceitaram a notícia e parece que não estão acreditando. As vezes estão fingindo para não aceitar que estou na hora de alçar meu vôo. Mal eles sabem que eu e meus amigos já estamos procurando apartamentos e até imaginando a decoração da casa.

Mas não dá mais para esperar, a vida é tão curta que o mínimo que devemos fazer é aproveitá-la.
O que será de nós amanha? Bom, eu que não quero ficar vendo a minha vida passar diante meus olhos e não ter uma história para contar no futuro… O jeito é correr atrás de um final feliz para nossas vidas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...