britney spears

Baú Pop: Paris Hilton

Por em |

Se tem uma celebridade que eu acho que nasceu para a fama, essa é Paris Hilton! A loira não mede esforços para estar sempre na mídia, ora causando com seus relacionamentos, seu estilo estravagante, sua fama de patricinha, seus delitos e suas detenções, suas publicações, seus filmes e reality shows e principalmente suas músicas. SIM, PARIS TAMBÉM CANTA!

Mas para poupar todo o serviço de ir atrás de uma gravadora que apostasse em seu projeto, Srta. Hilton achou mais fácil fundar uma, a Heiress Records. Assim, contratou um time de alto escalão para ajudar a tirar o sonho de cantora do papel. A produção foi formada por nada mais, nada menos que Dr. Luke (Britney Spears), Fernando Garibay (Lady GaGa), Scott Storch (Beyoncé e Mariah Carey), Kara DioGuardi (Christina Aguilera). Em 2006, o álbum estava finalizado e pronto para as paradas.

Inicialmente, a proposta do álbum era um ritmo voltado para o pop rock, mas Paris achou mais adequado investir no pop com influências hip hop. O cd é muito bom de ouvir, e tem muitas batidas que dá vontade de sair dançando. Os singles lançados foram a balada “Stars Are Blind” que foi uma das músicas da Paris que mais fizeram sucesso. “Turn It Up” foi um single nos moldes do hip hop da época, ótima produção e com um refrão no ponto.

A pulsante “Nothing in This World“, foi lançada em seguinte e é outra que tem sua batida animada e tem uma levada pop-rock. O interessante desta faixa é que ela conta com os backing vocals da Ke$ha (antes da fama, claro). O clipe tem seu charme pois conta a historia de um loser que tem o prazer de ser vizinho da Paris.

Pra finalizar os singles, “Screwed” foi lançada e também não deixa a desejar. Uma música que tem guitarras bem inseridas e com uma batidinha bem leve no fundo. Sem contar um refrão excelente. Uma das minha preferidas, dentre outras como “Jealousy” e “Not Leaving Without You”, que são todas provinientes de um plastic pop.

1. Turn it Up
2. Fightin’ Over Me
3. Stars Are Blind
4. I Want You
5. Jealousy
6. Heartbeat
7. Nothing in this World
8. Screwed
9. Not Leaving Without You
10. Turn You On
11. Do Ya Think I´m Sexy

Paris” é mais um álbum pop com muita qualidade e pouco respaldo. Quando veem o nome da herdeira Hilton já acham que é algo supercial. Mas é isso mesmo, não há nada que fará Paris Hilton a ter outro rótulo. Nem mesmo uma super produção de um álbum poderá dizer que ela foi feita para isso, pois ainda há um certo preconceito. Mas bobos aqueles que não vem ouvir, e compartilhar mais um guilty pleasure regado a pop chiclete e autotunes à la Britney Spears.

Britney no Brasil? I Wanna Go!!

Por em |

Olha, eu sei que Miss Britney Spears vem dizendo que vai dar as caras por aqui há muito tempo, e até agora nada. Quer dizer, até o momento ela só está dando a entender que sua nova turnê, a Femme Fatale Tour, irá sim, ser apresentada em solos brasileiros.

Mil e umas fontes confirmam o boato e só faz aumentar mais a expectativa desse show acontecer. Eu boto fé e até crio uma ponta de esperança, até porque foi essa bitch que causou uma geração, e foi uma das cantoras que mais ouvi em toda minha {curta, rs} vida.

Apesar da polêmica do playback, eu acho que o “espetáculo” em si é muito bem produzido e tem uma infraestrutura bem tranquila e que se adapta em nossos estádios sem problemas. Claro que não chega a ser uma Kylie: Aphrodite Les Folies mas é uma tour e tanto.

E vamos combinar que falando da boca pra fora é muito fácil julgar, mas na hora que você estiver lá, sentindo aquela emoção e de estar todo mundo numa sintonia só, cantando os hits da Britoca é outra coisa. Se é que me entendem.

Mas querer, não é poder! Logo nem sei se vou poder ir ($$$ faltando). Imagino que se não custar tão caro, eu deva ir sim… até porque ainda quero ir ao show da Rihanna que também deve ser de babar, já que essa outra eu tambem adoro como já postei algumas vezes.

Enfim, vamos ficar ligados porque se a Britney Spears REALMENTE confirmar toda essa história, todo vão querer procurar a Amy! rs

ATUALIZAÇÃO
Estão saindo informações que os shows foram marcados para 15 e 18 de novembro, em São Paulo e Rio de Janeiro, respectivamente.

CONFIRMADO

Super confirmado o show gente!!! A T4F acabou de postar em seu site que a loiraça vai vir mesmo pro Brasil. As datas não foram divulgadas, mas tudo indica que será em novembro.
JÁ PODE COMEÇAR A ECONOMIZAR GRANA???

2ª Faixa: Realeza Pop

Por em |

Se tem uma coisa que andei percebendo enquanto ouço música, é que em quase todos os álbuns, a segunda faixa tende a ser boa. Meio que um fullgás para o ouvinte.

Dessa vez resolvi colocar uma das 2ªs faixas dos álbums das maiores lendas do pop, e minhas preferidas claro.

Michael Jackson – Bad

The Way You Make Me Feel
Madonna – Hard Candy

4 Minutes
Kylie Minogue – X

Like a Drug

Lady GaGa – Born This Way

Born This Way
Britney Spears – Britney

Overprotected
Christina Aguilera – Bionic

Not Myself Tonight

E na sua opinião, qual 2ª faixa de qual cd é boa? Comente aí!

Britney é uma mulher fatal!

Por em |

Em novo álbum, Britney vai além do casual e traz seu pop de volta pro dancefloor!

Quando se fala em Britney, relembramos de diversas faces de uma garota, de uma mulher e de uma artista com uma vida conturbada. Mas claro, com uma trilha sonora invejável e com qualidade. Ao passar dos anos, Britney soube criar uma carreira sólida e bem sucedida. Os seus fãs se acostumaram com sua condição e a seguiam por onde ela fosse.

Fama que lhe rendeu o título de Princesa do Pop, tal realeza ocupada por Michael Jackson e Madonna. O tempo passou e os problemas pessoais afetaram a carreira de Miss Spears. Ambas abaladas, resolveu dar um tempo. Assim, logo depois surge em 2006 com um álbum expressivo e único: Blackout
Já recuperada, Britney lançou Circus, que não mostrou o que queriamos e deixou a desejar. Porém, nesse ano, Spears voltou com tudo e não quer deixar pedra sobre pedra, até porque ela é uma mulher fatal. Saiam da frente!!

O álbum começa com a elétrica Till The World Ends, que já ganhou nossos corações desde que foi lançada como single. Pra quem não sabe, foi escrita por Ke$ha. Hold It Against Me é ótima e já cansamos de ouvir! Mostra o quanto o europop vai dominar esse cd. O que é essa batida de Inside Out? Boa demais, ela vai e volta. Até aqui todas faixas foram produzidas por Dr. Luke e Max Martin… logo se nota o mesmo ritmo. I Wanna Go é minha preferida, talvez seja a batida bem animada ou os assovios no meio da música, sei lá… adorei isso tudo. Desde o primeiro momento que ouvi How I Roll, me lembrei das músicas da Robyn. Ainda mais sendo produzida pelo Bloodshy (muito conhecido por trabalhar nas músicas da Kylie e Madonna)… me fez gostar mais, ficou bem limpa a música, não teve a barulheira das outras faixas. (Drop Dead) Beautiful vem com um dubstep incrível. O refrão é cativante e bem chiclete! O feat. da Sabi me lembrou muito a Ke$ha.

Seal It With A Kiss é ótima também… o UH UH UH UH no começo é muito legal. A batida dessa música também é muito boa. Muito se especulou quando o Will.I.Am disse que estava produzindo uma música pra Britney. Big Fat Bass é uma das melhores do álbum, e umas das melhores produções do Will. O refrão dela também é chiclete, podia lançar como single que iria estourar! Em Trouble For Me o autotune (que é uma das marcas registradas de Britney, rs) fica bem evidente, mas a faixa fica melhor ainda no refrão. E também não me espanta Trip To Your Heart ser produção do Bloodshy que deixou a música bem balanceada. A voz da Britney está tão em evidencia quanto o mix, que por sinal é ótimo. Já em Gasoline senti que a Britney de 2005 estava de volta. Fazia tempo que não ouvia algo tão bom quanto essa faixa. Sou só eu que consigo imaginar Britney cantando Criminal em uma estrada do faroeste e com aquela vibe western? Essa faixa é tão diferente que merecia um clipe. Assim que sair as bonus tracks eu edito e falo aqui, rs

O novo álbum está de matar mesmo! Assim como falaram, há influência européia por todo o lado. Dr. Luke explorou bastante seu talento e deixou tudo com um ar contemporâneo e é impossivel enjoar das faixas. Todas elas são hits e vão dominar o dancefloor durante o ano todo, quizá durante a década.

Me surpreendi com o trabalho de Miss Spears em Femme Fatale. Morri de medo de que um Circus 2.0 fosse dado pra nós. Enfim, agora é só curtir e esperar pelo clipe de Till The World Ends.

O que você achou do álbum? Comente aí… mantenha o blog vivo!

Britney se segurando contra nós

Por em |

Desde ano passado, quando surgiu o rumor que Britney Spears iria lançar um single no dia de seu aniversário (02 de dezembro), já diziam que seria o melhor de sua carreira. A gente logo recebeu a notícia que Britney nem estava em estúdio e que o single só iria sair esse ano. Tanto rumor surgiu e eis que Dr. Luke, um dos produtores confirmou o single e só esbanjou elogios ao trabalho feito. E adiantou o nome do single, Hold It Against Me. Sem contar as várias demos que caíram na net, porém só uma era verdadeira, porém velha.

Semana passada a própria Brit postou em seu twitpic a capa do single e com a data para lançamento hoje. Claro que a faixa já vazou e já consegui ouvir e estou em choque.

Hold It Against Me

Download aqui

A música é um batidão intenso e com a voz da Britney bem afiada e com um autotune bem discreto, quase nem dá pra perceber. O refrão é constante e a cada minuto muda a mixagem. A letra é bem provocativa, e B. não pronuncia a palavra baby, que na qual havia virado sua marca registrada, assim como o AOOW do Michael Jackson. Um dos destaques da canção é o break que também é bastante dançante. A música as vezes pode soar repetitiva, mas mesmo assim não perde a qualidade e aquela pitadinha de europop. Hold It Against Me é uma produção de Dr. Luke e Max Martin, e escrita por Bonnie McKeee.

Acho que a música tem tudo pra bombar em 2011, e se o cd seguir o mesmo caminho, vamos ter um trabalho bem interessante de Britney Spears. Já que faz tempo que ela não nos surpreende.

E você? O que achou? Bota fé na Brit ou vai esperar a Lady GaGa “born this way”?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...