no ipod

2014 já tem uma dona: Lily Allen

Por em |

Lily Allen

Bom, não necessariamente, até porque tem muita gente boa voltando nesse ano. Mas Lily Allen não vai passar batida não. Polêmica e cheia das verdades, a britânica não poupa palavras quando vai se expressar. E a gente ama isso.

Seus dois álbuns são marcos na história musical e ambos tiveram bons desempenhos. As músicas de Lily são ótimas e lotadas de personalidade. O meu favorito, “It’s Not Me, Is You” é um dos álbuns mais valorizados e muitas músicas foram trabalhadas, logo foi impossível você não ter ouvido alguma. Relembre uma delas, “22”:

Como Lily dá muito valor a sua família, tirou cinco anos para se dedicar aos filhos e por tudo em ordem. E depois de muito esperar, ela está de volta e com a língua mais ferina do que nunca. Uma recente briga no twitter com a cantora também polêmica Azealia Banks, a inspirou em uma nova música e a lição serviu para todas as mulheres que não tem talento e dependem do corpinho para se consagrar na música. O que não é o caso dela, pois ser sexy não é a praia dela.

Se “Hard Out Here” já é boa, Lily vem e lança a já viciante “Air Balloon” que é bem a cara dela. Na primeira vez que ouvi, achei meio irritante e estranha, mas depois que ouvi outras vezes, ela grudou e não sai. Muito gostosinha de ouvir. Na na na na na na… mm…

E pra finalizar também teve o cover de “Somewhere Only We Know” que Lily fez para uma animação que a gente acompanhou no natal passado. O cover ficou incrível e foi bom para matar a saudade da sua doce voz. Se você não viu, eu serei bonzinho e estou deixarando o vídeo aqui em baixo.

2014 promete ser um ano animado para Lily Allen, e ela deve aproveitar o máximo a seu favor. O álbum ainda não tem nome e nem data divulgados mas a gente sabe que virá algo. Como Lily é imprevisível, fará que nem Beyoncé e lancará sem alarde algum. rs

Enquanto isso não acontece, vamos ouvindo o que já temos.

No iPod: Lea Michele – Cannonball

Por em |

Lea Michele

Lea Michele me encanta desde a primeira temporada de Glee, onde a mocinha Rachel Berry deseja ser uma estrela e fazer do coral da escola um espetáculo que toda diva tem direito. Sua personagem nada sexy e com uma voz poderosa conquistou muita gente que até então, torcia o nariz para a série. E a nossa admiração pelo potencial de Lea só aumentou e imaginem a minha felicidade quando ela disse que lançaria um álbum solo? Pirei! E fiquei aguardando muito tempo, até que em 2013 foi confirmado o álbum e lançado um single esmagador!

Cannonball foi a escolhida para abrir os trabalhos e fez bonito! Com composição da nossa hitmaker favorita Sia e Benny Blanco, a música fala sobre querer mudar de vida, tomar novas decisões e se entregar. E a produção impecável ficou com o duo norueguês Stargate que é responsável por 80% dos hits que estão no #1 da música atual. Libertadora, a música já está conseguindo boas posições nos charts e em breve será lançado o clipe. Se você não ouviu, não perca mais tempo e ouça logo!

Seu álbum de estréia chamará “Louder” e já está finalizado, apenas aguardando para ser lançado em fevereiro do ano que vem! O álbum contou com um time poderoso nas composições, a começar Sia Furler, Chantal Kreviazuk, Benny Blanco e a talentosa Christina Perri. Se depender deles, Louder não vai ser esquecido fácilmente!
Algumas faixas do álbum foram dedicadas ao seu namorado Cory Monteith, que morreu esse ano por overdose. Uma linda homenagem, né?

Boa sorte Lea!
Estamos juntos nessa nova fase, e por favor: voe!

3 dicas musicais para inspiração

Por em |

Source: Student Time Management

Como todo mundo sabe, sou designer gráfico e por mais satisfatório que esse trabalho seja, a pressão em alguns jobs e ter sempre a criatividade pronta para uso nos cansa a cabeça um pouco. Para relaxar e inspirar, eu ouço bastante música pra tudo fluir facilmente. A música certa nos alegra e nos dá sensações mais prazerosas e influencia em nossos trabalhos; nos permitindo desenvolver novas idéias e fazer o cliente sorrir de orelha a orelha.

Baseado em minha vida criativa, reuni três dicas de que ouço de vez em quando e quero compartilhar com vocês e saber o que vocês ouvem quando estão precisando de um gás para trabalhar mais animado. Eis as minhas:

1. Lily Allen

Já a indiquei aqui no baú pop e não me canso dos álbuns dela (dois, apenas) e acho ela essencial para meu dia. Não tem um só dia de trabalho que não ouço o It’s Not Me, It’s You completo. Se não o faço, parece que falta alguma coisa. Sério. Lily Allen tem uma voz calma e muito gostosa de ouvir e as melodias de suas músicas pop nos faz parar para prestar atenção a cada instrumento que tem seu destaque e as vezes passa despercebido.

2. Gossip

De pop ao indie underground do Gossip, me rendo totalmente aos vocais insandecidos de Beth Ditto, dos arranjos rocks tresloucados de Brace Paine e as batidas uptempo de Hannah Blilie. Esse é o Gossip que ouço diariamente e me ajuda a relaxar e criar algumas idéias pra lá de animadas. Também com uma discografia curta, o grupo norte americano não deixa a desejar. Ouço bastante o Music For Men e o último lançado, A Joyful Noise, que também é excelente e não sai do meu player. Apesar de indie, o Gossip também tem músicas eletrônicas e que agita todo o lugar, impossível ficar parado ou tentar acompanhar Betinha com seus powers vocals.

3. Coldplay

Se meu coração fosse um cd, com certeza seria algum do Coldplay. Amo muito todas as músicas e apesar da sonoridade tranquila e intrinseca, o grupo todo consegue chamar a atenção e conquistar novos fãs cada dia que passa. Eu confesso que os ouvia esporadicamente, mas depois que lançaram o Mylo Xyloto, minha admiração floresceu e desde então não larguei mais. Passei a ouvir os outros álbuns com o mesmo anseio e ficando mais surpreso com a soma de uma boa melodia e letras profundas. Vale a pena escutar para ter idéias brilhantes.

E você? O que costuma ouvir para se sentir inspirado??
Me conte e indique seus favoritos!

No iPod: Janet Devlin – Wonderful

Por em |

Janet Devlin

Sabe aquela música que você ouve pela primeira vez e já morre de amores? E pra piorar a situação, você não consegue a tirar do repeat? Então, estou vivendo isso com Wonderful, da fofa Janet Devlin.

PS: Antes de clicar no play, já aviso que há 50% de você gostar, 45% de viciar e 5% de não ouvir.
Espero que você seja um desses 95%.

Para quem não sabe, Janet Devlin foi uma das participantes da 8ª edição do X Factor em 2011. Não ganhou a competição, mas foi longe, ficando em quinto lugar. Seu timbre doce e angelical conquistou o país da Rainha e todos ficavam morrendo de fofura. Quando ela estava no ar, nunca dei muita atenção, pois torcia muito pelo <3 Little Mix <3 e acompanhava Amelia Lily e Misha B.

Há pouco tempo, Janet lançou seu álbum de estreia e eu gostei muito! Hide and Seek é um álbum tranquilo e gostoso de ouvir. Um pop rockzinho bem leve, que você fica até sonhando acordado. Mas no momento só tenho ouvidos para a faixa que ganhou esse post.

Move, o novo single do Little Mix

Por em |

Little Mix

Antes de tudo, relaxe onde você esteja, aumente o som e dê play no player abaixo:

Se trata do novo single do Little Mix, que dispensa apresentações, pois essas meninas fizeram um grande estrago na música britânica ano passado. Decididas a colher os louros da fama, as meninas já estão quase finalizando seu segundo álbum, chamado “Salute” e que promete um som diferente e mais maduro que o seu debut “DNA”.

Prova disso é Move, o primeiro single da nova safra e que é bem diferente e novo para elas, mas eu fico com a sensação que essa sonoridade é o magnus opus de Pharrel Williams, e espero que ele tenha alguma participação nessa música pois não encontrei nada na internet falando do produtor da faixa (apenas especulações, nada confirmado). Mas Move é ótima, vem com um frescor para o pop britânico, que desde Girls Aloud não há novidade em girlgroups.

A música é bem animada e a cada momento há uma direção. Tem de tudo, desde a barulhos com a boca, batidas altas e baixas, guitarras, vozes masculinas e até uns daqueles instrumentos que lembra a lira. Não dá pra saber como a música vai acabar, pois não segue um estilo e isso a torna diferente de fato. As meninas mandam muito bem e cada um tem seu pedaçinho, que cada um desenvolve brilhantemente. Move já tinha caído na net semanas atrás, mas eu sou muito cricri e deixei pra postar só agora, que a música saiu em uma qualidade melhor.

“Salute” será lançado dia 11 de Novembro, mesmo dia que ARTPOP. O álbum contará com contribuições da nossa pupila Nicola Roberts, Future Cut, TMS e a produção está sendo assinada por Jam and Lewis, que já trabalhou com Janet Jackson. Já dá pra ver que vai ser um estouro né?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...