Novidades

GaGa x Britney: A briga continua

Por em |

Que no mundo da música pop tem aquela rivalidade sadia todo mundo sabe, mas tem artistas que estão a fim de uma catfight daquelas.

A briga começou quando a Lady GaGa (ainda Stefani Germanotta) se dispôs a contribuir com a Britney no álbum Circus, mas B. agradeceu e disse que as músicas não faziam o estilo dela, tanto que vimos que Telephone e Quicksand não ficaram legais.

Depois que GaGa alcançou o sucesso, a revista Elle publicou duas capas, uma com ela e outra capa com Britney Spears e seus filhos. Nenhuma das duas gostou muito de “dividir” a revista. Até aí, tudo bem.

Passado algum tempo, Lady GaGa fez uma promoção no Twitter, que premiava a pessoa que mais a indicasse para que ela conseguir mais seguidores e se tornar a pessoa mais seguida por lá. Lembrando que o 1º lugar pertencia a Britney Spears. Mas o tiro foi tão certeiro que os seguidores que seguiam GaGa tambem seguiam Brit, logo, eles deveriam escolher uma das duas para se tornar a primeira e em poucos minutos GaGa se tornou a rainha do Twitter, nomeada por ela mesma, lembra?

Britney fez a fina e não comentou sobre o caso, até porque foi bem válido, por uma vez que Lady GaGa está sempre twittando enquando Brit deixa os tweets por conta de seus agentes.

No VMA desse ano, Lady GaGa anunciou que seu próximo álbum levaria o nome Born This Way e que seria lançado no início de 2011, precisamente em março. E todos os envolvidos só dão elogios que mostra o quanto o novo trabalho está fabuloso e virá pra quebrar mais tabus e charts, claro.

Já Britney, bem no dia do seu niver anunciou que seu novo cd será lançado em março também. Mas lembrando que essa foi a única informação, logo, o cd ainda é um mistério, como tudo que Brit vem fazendo.

Como sou fã das duas, não ligo pra quem vai bombar mais. Até porque os álbuns em si vão ser bons demais, e a expectativa tambem está muito grande. Agora é só esperar pelos singles e ver se as garotas fizeram o dever de casa. :smile:

Visual underground

Por em |

Oi gente. Esse é o novo FrutoProibido.Org!!

Bem colorido e com uma vibe super colorida e alto astral. Eu andava muito borocoxô com aquele layout murchinho e batido, dai resolvi criar algo pra ver se minha vontade de postar voltava: tiro e queda

Criei mais seções como havia dito em outros posts e agora só vou depender do tempo que me sobrar, já que estou cheio de freela para desenvolver e o meu santo emprego, que quase não suga todas minhas energias e idéias. PLIM!

Espero que todo mundo tenha gostado e que faça o favor de CURTIR o blog pelo Facebook (ali na lateral do blog tem uma caixinha). Quero ver o avatar lindo de todo mundo ali hein. ^^

Beijos, obrigado a todos pelo carinho.

O FP quer você!

Por em |

Oi gente! Nossa, eu ando tão disperso do blog que me sinto tão culpado e que tipo, morro de vontade de postar, minhas idéias estão a mil mas na hora que sento na frente do pc, meu tempo passa rápido demais e não faço uma parte do pensado.

Estive pensando e muitas pessoas tem vontade de postar e não tem um blog, ou simplesmente não quer ter a obrigação de estar postando todo santo dia sobre a mesma coisa. Por isso eu vou deixar essas pessoas usarem o FP pra expressarem sua opinião.

Funciona assim: você escreve um post bacana, e envia para o e-mail [email protected]. Eu leio, reviso o conteúdo e publico com seus créditos.

Gostou da idéia? Bom, então espero seu e-mail. rs

mostre mais ▼

Katy, a adolescente sonhadora

Por em |

Durante esses últimos meses não se falava em outra coisa a não ser o cd Teenage Dream, segundo trabalho da cantora norte-americana Katy Perry. Faz exatamente um ano que ela começou a trabalhar nesse cd e eu só tenho que parabenizá-la pois o resultado final foi excelente, apesar de não ter nada novo, conseguiu me conquistar.

No álbum anterior, Katy conseguiu emplacar quatro canções entre elas, I Kissed A Girl, Hot N Cold, Thinking Of You e Waking Up In Vegas. Aposto que Teenage Dream será bem explorado, até porque tem tantas músicas que são boas que deverão virar hits rapidinho. Vamos comprovar? Dá play no player abaixo e vamos acompanhar o review?

N

ada como começar um álbum com a música que leva o nome do álbum! Katy Perry nos entrega o cartão de visitas com a baladinha Teenage Dream e deixa um refrão super dançante. Last Friday Night (T.G.I.F.) já virou hino para quem curte o melhor da sexta-feira, até porque Katy conseguiu ressucitar a velha expressão “Thanks God, It’s Friday”. Não há quem fique parado com a batida oitentista que logo tem um solo de saxofone que me lembrou Kid Abelha, rs. A manjada California Gurls todo mundo conhece e já está embalando nosso verão. Apesar da semelhança om Tik Tok, a música é super alegre e a participação do Snoopy Dogg só teve a acrescentar. Firework vem toda elétrica para dosar o espírito energético do álbum, mas no refrão e que Katy Perry deixa o batidão correr solto. Mas se você perceber a voz dela some um pouco. Peacock nem bem virou single e já tem gente querendo policiar essa faixa. Cheia de malícia e com um refrão bem sujo e grudento, ou você acha que Katy fez essa música só porque ela quer ver seu “pavão“? E olha, tô até vendo o bafafá que não vai ser esse lançamento e promete quebrar muitos tabus. Circle the Drain chega rasgando uma guitarra toda raivosa e não é pra menos: Katy vai cantar nessa musica a conturbada vida amorosa com Travis McCoy, citando que ele era um drogado e que estava cuidando dele que nem uma mãe. A voz está mais potente e a fúria de Katy não deixa a música morrer no meio do caminho. Para acalmar, The One That Got Away é a solução. Uma faixa tão meiguinha, bem a cara da Lily Allen em F*ck You. E.T. segue uma batida totalmente virtual e futuristica mesmo, digamos. Haja synth pra deixar a voz da Katy Perry no nível da batida. O refrão chiclete já não nos supreende mais, até porque é uma das marcas registradas dela. Who Am I Living For? continua no mesmo ritmo synth com uma batida bem 90’s, mas nem merece destaque. Pearl começa com a voz bem destacada, logo os instrumentos começam a aparecer e deixam um refrão super meigo e bem simples, o que deixa a música monótona. Hummingbird Heartbeat chega com uns acordes de guitarra bem marcantes e a vibe de Teenage Dream volta e o poprock fala mais alto. O refrão também não deixa dúvidas que essa música veio pra esquentar o que o álbum tinha esfriado. Not Like the Movies é a balada que se encaixa perfeitamente pra fechar o álbum: o piano dá impressão que tudo não passou de um sonho. Logo a bateria dá uma acelerada á musica que deixa a voz bem marcante.

Na minha opinião o álbum foi uma grande produção. Teve momentos de alegrias e depressões constantes, tudo igual a “One Of The Boys”, mas Katy foi esperta em produzir um álbum comum a seu estilo, do que fazer um totalmente cheio de estilos que não está acostumada cantar e flopar pro resto da vida. Mas acho que Dona Perry fez muito burburinho pra pouca coisa, tanto que vazou muita música e na hora da surpresa, ficou um vazio que não conseguimos preencher.

Katy Perry precisa aceitar que tem talento e credibilidade. Nada que um pouco de malícia não resolva. Ate porque polêmica ela sabe causar…

Não me conte mentirinhas, dói demaaais

Por em |

Pois é, quem se lembra do trecho dessa música da época em que éramos todos crianças e assistiamos Tv Cruj! e depois Chiquititas? Então, se recuperem desse flashback #fail, porque eu só quis fazer um título com piadinha interna mesmo. Bom, hoje vou falar de uma série nova que pintou na área e conquistou todos meus amigos que me recomendaram tanto que foi amor a primeira vista. -nem tanto

Pretty Little Liars

Bom, Pretty Little Liars faz a linha de séries que misturam suspense com drama adolescente, bem Gossip Girl sabe? Veja a sinopse do Wikipedia

Rosewood é uma pequena perfeita cidade. Então, tranqüila e intocada, você nunca adivinharia que detém tantos segredos. Alguns dos piores pertencem á meninas mais bonitas da cidade – Aria, Spencer, Hanna e Emily, quatro distantes amigas cujos segredos mais escuros estão prestes a desvendar.

Um ano atrás, Alison, a “abelha rainha” de seu grupo, desaparece e as meninas juram que nunca iriam contar o que realmente aconteceu naquela noite. Elas acreditaram que seus segredos as uniram, mais justamente o contrário acontece. Então, novamente, quem pode dizer qual é a verdade em Rosewood. Parece que todos na cidade estão mentindo sobre algo.

Agora, com o mistério em torno do desaparecimento de Alison, as meninas começam a receber – ameaçadoras – mensagens de “A”, contendo coisas que apenas Alison sabia. Mas não poderia ser Alison. Poderia? Quem quer que seja, ele/ela parecem saber todos os segredos das meninas, e parece estar observando cada movimento. As meninas são amigas novamente, mas elas vão estar lá uma para a outra se os seus segredos vêm à tona?

A série também foi inspirada em livros e tem um elenco legal e é bem produzida. Tem uma trilha sonora excêntrica e de ótima qualidade. Eu tô adorando conhecer novas musicas por lá.
E eu recomendo que todo mundo assista antes que Glee volte.

E ó, a série não foi lançada no Brasil. Ainda. Então vale um download. ^^

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...