Rotina

Sobre coragem e independência

Por em |

Pedro e o Sol

Bom, o Fruto Proibido inicialmente foi criado por mim, Pedro, para ser um blog pessoal; pois em 2008 era legal e era um modo de expressar e ser ouvido. O blog foi crescendo e virando a minha identidade, pois assumi ser o @frutoproibido e a partir dali fui me dedicando mais em opiniar sobre cultura pop e o blog pessoal ficou um pouco esquecido. Por isso irei voltar com meus posts pessoais. O Fruto Proibido é isso, sem definição. Não é só um blog pop ou apenas pessoal. É tudo aquilo que eu sempre quis: um espaço onde eu pudesse deixar registrado o que pensei. Para isso ressucitarei a tag Desabafos para esse tipo de coisa e peço que se sentirem vontade de comentar, questionar ou me ajudar com alguma coisa, faça-o! Por favor, rs. Junto aos textos irei postar alguma imagem do meu instagram, até porque quero que fique bem pessoal. Ok? Então que comecem os jogos!

Cansado de viver uma vida metódica, resolvi ter coragem e me arriscar numa tentativa de ser feliz. O trabalho apesar de ser algo que eu amava fazer, estava me esgotando. O lugar não me agradava mais e as pessoas pareciam estar me sufocando e tentando me tirar do sério. Num momento de loucura, pedi demissão e me joguei numa loucura de tentar me livrar dessa rotina.

Fiquei tranquilo e me sentia tirando aquela corda do pescoço, a mesma que me sufocava todos os dias. O “acerto” me rendeu um dinheiro muito bom para poder realizar um sonho congelado. O mesmo que gritava coragem e independência, mas a única coisa que eu sentia era necessidade. Respirei fundo e comprei um carro. Não um carro novo mas também não tão velho e caindo aos pedaços. Um carro que podia dizer ser meu, que eu poderia dirigir como queria, ir com ele pra onde eu quisesse e se caso quebrasse algo, eu que iria ter que ter a responsabilidade de arrumar. Como disse era um sonho, mas ao mesmo tempo me senti quebrando as correntes que havia em minhas mãos e pés. Talvez vencendo mais uma etapa da minha vida.

Hoje não estou preocupado onde irei trabalhar, pois reavivei um projeto antigo, o Expresse Idéias que nada mais é uma agencia para chamar de minha. Onde eu sou o patrão, funcionário e empreendedor alegre por algo que eu sempre quis estar dando certo. O projeto está engatinhando, mas estou feliz com os frutos que está dando. Claro que não ficarei parado ali, mas por enquanto estou gostando e é melhor não mexer em time que está ganhando né?

Ano que vem já fiz meus planos e quero vencer outra etapa em minha vida, e que a maioria dos jovens almejam: a tal da liberdade, entre aspas independência. Decidi me mudar para a cidade grande em busca de estudos e crescimento profissional. Acho muito egoísmo comigo mesmo, pois o mundo é tão grande para ficarmos parados enquanto ele fica girando. Meus pais como todos os pais, não aceitaram a notícia e parece que não estão acreditando. As vezes estão fingindo para não aceitar que estou na hora de alçar meu vôo. Mal eles sabem que eu e meus amigos já estamos procurando apartamentos e até imaginando a decoração da casa.

Mas não dá mais para esperar, a vida é tão curta que o mínimo que devemos fazer é aproveitá-la.
O que será de nós amanha? Bom, eu que não quero ficar vendo a minha vida passar diante meus olhos e não ter uma história para contar no futuro… O jeito é correr atrás de um final feliz para nossas vidas.

Ainda amo cds…

Por em |

Cds

Desde quando eu era criança que tenho meu contato íntimo com música. Meu pai tinha um aparelho de som que tocava discos de vinil e fitas k7, que eram as minhas preferidas. Quando cresci um pouquinho, meu pai comprou um tocador de fita com gravador. Ah.. era minha diversão. Eu tinha várias fitas e a maioria eram infantis, e me lembro que as vezes dormia ouvindo minhas fitas do Sandy & Junior no meu walkman. O tempo foi passando e quando completei 10 anos ganhei um cd player que nossa, foi o suprassumo da minha infância, pois eu já era viciado em fitas, e ter um upgrade para cd foi muito interessante. Só de pensar que não precisaria ficar procurando a música na fita me deixava extasiado.

Só que antigamente os cds eram muito caros. Lembro que era em torno de R$ 40,00 cada, mas era muito legal poder comprar o cd e folhear o encarte que vinha. Achava tudo muito legal, mas como eu não tinha uma condição financeira alta, tive que me contentar com os cds piratas. E mesmo assim era carinhos, lembro que era R$ 10,00 cada e era de qualidade muito ruim. Graças a Deus a tecnologia foi evoluindo e o preço de ambos abaixou. Mas eu ouvia muito, e sempre comprava. Amava quando tinha promoções de 3 por R$ 10,00.

Alguns cds eram dificies de encontrar, ainda mais na minha cidade que tinha apenas uma lojinha de cds, que era o meu lugar favorito na terra, rs. E imaginem minha reação quando ia no shopping das cidades vizinhas? Morria e não saia de lá enquanto meus pais não me compravam um cd original. E o tempo passou, os mp3 surgiram e o download digital tomou lugar e infelizmente muitas pessoas perderam a vontade de comprar cds.

Eu, ao contrário AMO CDS e jamais deixei de comprar meus queridinhos. Quando comecei a trabalhar e ter dinheiro sobrando, ia nos sites e comprava vários cds que gostava e não tinha. Já falei muito aqui no blog das comprinhas que fiz e das coleções que completei. E amo sentir aquela sensação de antigamente, onde pegava o cd e o ouvia cantando as músicas lendo o encarte. E o preço hoje em dia está muito em conta, o valor de um cd hoje não é tão abusivo e vale muito a pena, basta procurar bem entre muitos anúncios e classificados gratis.


Parte da minha coleção de cds

Gente, diz aí:
O que vocês acham de cds? Tem alguma coleção ou pretende ter?
Gosta da nostalgia ou acha que já passou essa fase de cd físico?

Comentem, mantenham o blog vivo!

Meme: Perguntas e Respostas

Por em |

Birds

O Henrique acabou de me indicar esse meme e aqui estou! Pensa num quiz que vai deixar você por dentro da minha vida… pensou? Então, é esse!
Claro que tudo que é bom leva um tempinho, então se espreguice aí e vem ler um pouco sobre mim….

Por que resolveu criar o blog?
Em um tempo não muito distante, ter um blog era muito bom para expor sua opinião, compartilhar experiências, contar da vida alheia e criar novas amizades. Eu sempre amei blogar e postar montagens em fotologs. Cansado da mesmice de alguns deles, resolvi finalizar a era de fotolog e investir num blog pessoal. Assim surgiu o Fruto Proibido, que no começo era bem diarinho, mas como fui amadurecendo, vi que o meu conteúdo também precisou mudar. Comecei a falar mais de assuntos que me agradam e variar nas postagens. Hoje o blog é um misto de vida com cultura pop.

Quantos anos você tinha quando fez seu primeiro blog?
Tinha 15, mas era blog fogo de palha né? Só o Fruto Proibido que vingou de verdade e está no ar há 6 anos!

Qual o assunto que você mais gosta de postar?
Música! Não consigo viver sem, não sei minha vida sem uma musiquinha, rs. Mas adoro falar sobre os últimos lançamentos, resgatar alguns albuns que são ótimos e as pessoas esquecem e acaba o ignorando.

Indique um blog bom e um que você não gosta e por que.
Na verdade se eu falar um blog só seria muito egoísmo, mas sempre visito meus parceiros (merchã) e todos meus amigos que estão no blogroll (merchã outra vez, rs). Um que não gosto?? Hmmm, não sei.. pq se não gosto, não visito né?

Qual tipo de música, e quais suas bandas favoritas?
Tenho uma quedinha por música pop mas ouço de tudo, exceto pagode, rap e samba que detesto eternamente. Mal ou menos curto uma ou outra música. Gosto muito de descobrir novos cantores e bandas, principalmente quando eles são da Europa. Banda favorita? Amo Coldplay, mas ouço muita coisa.. seria impossível lembrar tudo, é mais fácil ver pelo meu last.fm! 😀

Você é: casado, solteiro, separado, enrolado, desquitado, chutado, viúvo ou outros?
Solteiro, quem é que me aguenta?? Sou cheio de TOCs… não queiram conviver comigo. HAHAHA

Por que você deu este nome ao seu blog?
Ao contrário de muita gente, o nome foi a última coisa que consegui. Fiz uma lista de nomes e músicas que gostava muito na época. Tinha de tudo, mas Fruto Proibido veio de uma música homônima da Rita Lee, na qual estava ouvindo muito naqueles dias e não tive dúvida que eu era o fruto proibido, rs. Corri e registrei o dominio e só depois de um mês que o blog entrou na blogosfera.

Qual foi o ultimo blog que você visitou?
Foi o do meu amigo Anderson, em que ele postou a nova música da nossa (minha e dele) cantora favorita Diana Vickers.

Porque resolveu participar deste memê?
Porque amo memes e sempre que sou indicado paro tudo que estou fazendo para respondê-lo. Obrigado Henrique por se lembrar de mim!! :)

Quem você quer que responda ao memê?
Ana Flávia, Peagá, Carolina Lins, Renata, Luly e quem mais quiser fazer.

O preço de um sonho

Por em |

Hoje no meu trabalho, meu colega decidiu “pedir as contas” para trabalhar num lugar em que lhe pagaria uma quantia bem maior. Eu fiquei feliz pela notícia, porém quando soube que o lugar que lhe oferecia uma quantia melhor não tinha vínculo algum com artes gráficas, fiquei um pouco desapontado.

Certo da escolha, ele me disse que só estava saindo por causa da diferença considerável (quase 100% em relação ao seu salário atual) e que visa ganhar dinheiro do que seguir a profissão de designer.

Mudar é preciso, mas seria mesmo uma troca favorável depois de tanto tempo exercendo tal profissão? Acredito que se eu largasse comunicação visual, eu simplesmente morreria de fome. Acho que sei fazer poucas coisas e creio também que não teria tanto gosto em trabalhar com outra coisa que não fosse relacionado a isso. Poderia estar com o bolso cheio, porém não garantiria um sorriso no rosto.

Eu fiquei pensando se hoje em dia vale a pena correr atrás do sonho ou apenas ter dinheiro para gastar sem se preocupar em trabalhar em que se gosta. Ainda não achei uma conclusão certa, mas só sei que eu persisto no meu e apesar de não ganhar muito e trabalhar como um louco, vou adquirindo experiência, conhecendo pessoas relevantes e aprendendo muito nessa “profissão”. Gosto muito do que faço, e pretendo alçar novos vôos em breve.

O preço de um sonho gira em torno de R$ 1,00 para cima. Aqui na padaria perto de casa vende e é uma delicia! Uma pena que esse sonho engorda, rs.

A saga do smartphone perfeito

Por em |

Oi gente. Sumi né? Mas tudo tem uma causa: estudo e trabalho. Infelizmente meu tempo está bem corrido e mal tenho tempo para postar. Porém é temporário, logo estarei postando mais vezes, inclusive sobre o novo álbum do Gossip e do Adam Lambert.

Pois bem, o post de hoje é sobre uma das minhas necessidades/prioridades: um smartphone.
Já está ficando chato ver todo mundo online o dia todo em seus “celulares” e eu, homem das cavernas com o meu, que só tem 1GB de memória e nem tem wifi. É, os tempos mudam e eu preciso urgentemente de um upgrade.

Mas para tal upgrade, escolhi duas opções. A óbvia e a genérica.
Claro que a óbvia é o iPhone 4S que é a evolução em telefones celulares. O iPhone como TODO MUNDO já sabe, tem muitas vantagens e recursos excelentes. Só há uma desvantagem: o preço abusivo no Brasil (que é resultado dos impostos do nosso governo). Ainda não estou em condições financeiras de desembolsar R$ 2.000,00 num smartphone.

Porém sempre há o plano B, que apesar de não ser de alto garbo como a anterior é uma opção bem interessante. O Samsung Galaxy Ace tem alguns recursos bem semelhantes ao do iPhone e no mais tem um visual bem bonito. O preço também é bem agradável, girando em torno de R$ 800,00.

O que vocês acham do Samsung Galaxy Ace??
Compro ou deixo de miséria e compro o iphone de uma vez???????? rs

UPDATE: Comprei o Ace. O custo foi bem compensado e estou gostando muito das funções.
Para o que preciso, o Ace é uma opção excelente. Mas claro que um dia comprarei um iPhone.. mas até lá esse Samsung me ajudará bastante.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...