Um toque de vida

Por em |

Esses dias atrás estive doente, e dormi a tarde toda e durante a noite, fiquei sem sono. Daí liguei a tv no SBT e estava passando Fringe e fiquei assistindo. Logo acabou e começou uma série tão coloridinha, bonitinha e muito engraçadinha. Era Pushing Daisies!

Assisti o episódio piloto e em seguida veio o segundo episódio. Eu adorei tanto que fiquei com vontade de assistir mais e vim na internet procurar e acabei baixando a temporada toda e indico pra todo mundo assistir.

Pushing Daisies conta a história do garoto Ned, um garoto que descobre que tem o dom de trazer mortos (sejam eles animais, frutas ou pessoas) de volta à vida. Porém, ele descobre que há consequências para o uso do seu incrível dom: se ele tocar a pessoa que ele reviveu novamente, essa pessoa morreria para sempre. E se por acaso ele deixasse essa pessoa viver por mais de 60 segundos, outra pessoa que está próxima morreria em seu lugar.

A história de desenrola a partir do momento em que sua mãe sofre um aneurisma e cai dura no chão, e ele a toca e ela volta á vida. No mesmo minuto, o pai de Chuck, sua namoradinha e vizinha, cai ao chão e morre. Tudo vai bem até a mãe de Ned dar lhe um beijo de boa noite e morrer novamente (que confuso!), assim descobrindo que o segundo toque depois da ‘ressureição’ é fatal. Ambos órfãos, Chuck e Ned se separam e cada segue sua vida.

Herdando talentos culinários de sua mãe, Ned se torna um confeiteiro que possui um restaurante chamado “Toca da Torta”, que conta com a ajuda da garçonete Olive Snook (Kristin Chenoweth, a April de Glee). A vida de Ned toma novos rumos quando o investigador Emerson Cod descobre acidentalmente seu dom e oferece-lhe uma proposta: Ned traz temporariamente vítimas de assassinatos de volta à vida, permitindo a Emerson obter informações sobre as circunstâncias da sua morte, e resolver rapidamente o caso e dividir o dinheiro da recompensa com ele.

Ned fica surpreso quando uma das vítimas que precisa tocar é Chuck e deixa o sentimento da infância falar mais alto e a deixa viva, provocando que outra pessoa morra em seu lugar. Mas o mais dificil vai ser não tocá-la, pois se houver o segundo toque, Chuck morre para sempre.

(Fonte: Wikipédia)

O enredo é bem interessante e a história tem momentos engraçados e de certo suspense. Sem contar que tem um narrador que toda hora diz que tal pessoa tem tantos anos, tantos meses, tantos dias, tantas horas e tantos segundos de vida; bem no estilo de Baby, o porquinho atrapalhado.

Enfim, se você tá afim de preencher o vazio de alguma série que está em hiato, baixe Pushing Daisies correndo!! 😀


Em sátira ao quadro em que Deus toca Adão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...